Publicidade

Estado de Minas

Cientistas dos EUA concluem que leite com chocolate é ideal após treino

Segundo o estudo, a bebida é mais eficiente para a recuperação de atletas do que suplementos como o whey protein e os géis de carboidrato


postado em 23/08/2014 10:23

Shesman e Jonas treinam diariamente para maratonas. Segundo eles, o gel de carboidrato é essencial a partir do décimo quilômetro da corrida(foto: André Violatti/Esp. CB/D.A Press)
Shesman e Jonas treinam diariamente para maratonas. Segundo eles, o gel de carboidrato é essencial a partir do décimo quilômetro da corrida (foto: André Violatti/Esp. CB/D.A Press)

Isotônicos, whey protein e géis de carboidrato. O bom atleta — amador ou profissional — sabe bem o significado dessas três substâncias usadas para turbinar o rendimento nas pistas de corrida, ciclovias e piscinas. A primeira repõe água, sais minerais e carboidratos perdidos durante a atividade física; a segunda recupera a fibra muscular e a última fornece e poupa energia. Todos produtos da indústria esportiva buscando aperfeiçoar o ganho promovido pelo exercício exaustivo. Porém, os resultados que saem de pesquisas científicas apontam em outra direção. Diferentemente do que seria imaginado, a indicação é de que, depois daquele treino pesado, nada melhor que um…copão de leite achocolatado!

Em esportes em que a norma são rotinas de prática intensa e que segundos ou mesmo décimos de segundo podem fazer uma grande diferença, a opção por um “alimento real” leva vantagem, garantem pesquisadores da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos. Apostar no leite com chocolate depois de um nado pesado, por exemplo, levou os atletas a um desempenho aprimorado em um segundo momento de prática no mesmo dia, de acordo com pesquisa apresentada em um dos principais congressos de medicina esportiva do mundo, a Conferência Anual do Colégio Americano de Medicina do Esporte, realizada na Flórida.

Nela, os cientistas liderados por Jael Stager compararam o rendimento de nadadores universitários após a ingestão de três tipos de bebida de recuperação: o isotônico, um líquido com carboidratos, mas sem calorias e o leite achocolatado. A surpresa ficou reservada ao resultado do experimento. “O leite achocolatado é uma bebida ideal de recuperação. É uma ‘comida de verdade’, tem a proporção certa de carboidratos para proteínas de que os atletas necessitam e é menos caro do que muitas alternativas”, compara Stager.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade