Publicidade

Estado de Minas

Especialista diz que reposição hormonal não provoca câncer

Richard Santen, presidente do Endocrine Society, explicou que há um falso entendimento de que a terapia prescrita para mulheres na menopausa provoca a doença


postado em 06/09/2014 06:02

Curitiba – A relação entre a reposição hormonal e o surgimento do câncer de mama foi um dos temas da abertura do 31º Congresso Brasileiro de Endocrinologia e Metabologia (Cbem), que acontecerá até terça-feira, em Curitiba. Richard Santen, presidente do Endocrine Society, explicou que há um falso entendimento de que a terapia prescrita para mulheres na menopausa provoca a doença. Na verdade, há fatores inclusive temporais que impedem firmar essa relação de causa e efeito.

Em média, de acordo com o especialista, é preciso que se aglomerem 1 bilhão de células cancerígenas para que um tumor tenha 1 centímetro de diâmetro. Levando em conta que o tempo médio de duplicação de uma célula doente é de 150 dias, até chegar a esse tamanho são necessários mais de 15 anos. “A reposição hormonal não cria tumores, ela estimula os que estão ocultos a crescerem mais rápido”, esclareceu.

Leia mais notícias em Ciência e Saúde

Santen complementou dizendo que, em mulheres com mais de 60 anos, as que costumam ser submetidas à reposição hormonal, a detecção do tumor é mais fácil porque a mama é formada praticamente por gordura. Aos 30 anos, a composição mais densa dessa parte do corpo dificulta a visualização do aglomerado de células cancerígenas.

O câncer de mama é o segundo tipo mais comum entre as mulheres no Brasil, respondendo por 22% dos casos novos de tumores por ano. A estimativa é de que, em 2014, sejam descobertos 57.120 casos.

Debate internacional

Maior evento científico promovido pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, o Cbem conta com a participação de 279 especialistas, sendo 29 estrangeiros e 250 brasileiros. Os estudos mais recentes envolvendo a saúde hormonal, como o combate à obesidade e ao diabetes, serão discutidos no evento com mais de 4 mil inscritos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade