Publicidade

Estado de Minas

Mais da metade dos primatas no mundo à beira da extinção

No total, os cientistas fizeram um censo de 703 espécies e subespécies de primatas existentes no mundo


postado em 24/11/2015 10:20

(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

Mais da metade dos primatas no mundo, entre eles os macacos, os lêmures e os orangotangos, estão à beira da extinção, afirmam especialistas reunidos em Cingapura.

Na lista dos primatas mais ameaçados estabelecida pelos especialistas, figuram o orangotango de Sumatra (Indonésia), o macaco-aranha (Colômbia) e o maior espécime da família dos lêmures, o 'varecia rubra' de Madagascar. Isso se deve à destruição de seu habitat, especialmente por incêndios e o desmatamento das florestas tropicais, assim como pela caça para o consumo ou comércio ilegal, segundo os especialistas.

Leia mais notícias em Ciência e Saúde

No total, os cientistas fizeram um censo de 703 espécies e subespécies de primatas existentes no mundo. "Esta pesquisa reflete a gravidade do perigo que ameaça inúmeros primatas no mundo", declarou Christoph Schweitzer, diretor do programa da Sociedade Zoológica de Bristol, Grã-Bretanha.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade