Publicidade

Correio Braziliense

Em artigo, cientistas definem que adolescência agora vai até os 24 anos

Fatores como prolongamento da educação, adiamento do matrimônio e da maternidade ajudaram a redefinir o período


postado em 22/01/2018 13:06

As mudanças societárias e biológicas adiantaram a puberdade(foto: Monique Renne/CB/D.A Press)
As mudanças societárias e biológicas adiantaram a puberdade (foto: Monique Renne/CB/D.A Press)

Antes definida como a faixa etária entre 10 e 19 anos, uma nova adolescência foi definida por cientistas. Fatores como prolongamento da educação, adiamento do matrimônio e da maternidade ajudaram a redefinir o período, determinado hoje entre os 10 e 24 anos.

Um artigo publicado no jornal científico Lancet Child & Adolescent Health mostra como as mudanças societárias e biológicas adiantaram a puberdade, da antiga média dos 14 anos de idade para 10, devido à melhoria da saúde e nutrição em grande parte do mundo. A publicação gera um debate sobre como as políticas atuais beneficiam ou “infantilizam” os adolescentes mais velhos.

“Embora muitos privilégios legais comecem aos 18 anos, a adoção de papéis e responsabilidades de adultos geralmente ocorrem mais tarde. As idades de 10 a 24 anos são melhores para o desenvolvimento de adolescentes hoje em dia”, afirma Susan Sawyer, diretora do centro de saúde adolescente no Royal Children’s Hospital, em entrevista ao canal norte-americano Fox News.

De acordo com um relatório desenvolvido pela BBC, nos últimos 150 anos, a idade média para a primeira menstruação de uma menina em países desenvolvidos diminuiu quatro anos. Por outro lado, ainda segundo o relatório, jovens se casam e têm filhos mais tarde. Em 2013, a idade média para um homem entrar no primeiro casamento era de 32,5 anos e 30,6 anos para as mulheres, um aumento de quase oito anos a mais em relação a 1973.
 
Via Curiosamente 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade