Publicidade

Correio Braziliense

Patinhos de borracha podem ser transmissores de doenças graves

Experiência com o brinquedo em água de banho mostrou que, depois de 11 semanas, os patos desenvolveram germes e bactérias resistentes


postado em 27/03/2018 13:47

(foto: Pixabay)
(foto: Pixabay)

 
A curiosidade dos cientistas não tem limites: pesquisadores suíços e americanos estudaram de perto os patos de borracha que flutuam nas banheiras das crianças e, às vezes adultos, com resultados pouco encorajadores.

Um comunicado intitulado "Os patinhos feios do banho", publicado nesta terça-feira pelo Conselho Federal Suíço, detalha suas conclusões: qualquer objeto plástico imerso em um líquido já contaminado por nossas abluções se torna uma verdadeira bomba de bactérias e fungos.

Uma equipe de cientistas do Instituto Eawag de Pesquisa sobre a Água, da Escola Politécnica Federal de Zurique e da Universidade Americana de Illinois deixou nove patos de borracha durante 11 semanas em água limpa e outro grupo em "água de banho usada com resíduos de sabão, sujeira, suor e bactérias do corpo humano".

Os patos expostos à água suja tinham fungos e 80% de todos os patos estudados desenvolveram germes potencialmente patogênicos, especialmente legionella e outras bactérias muito resistentes.

O problema vem principalmente do interior do brinquedo, difícil de limpar. "Quando a criança aperta a barriga para fazer a água sair, não é estranho que o jato tenha uma cor escura", ressalta o estudo.

"Isso pode fortalecer suas defesas imunológicas - nesse caso, é mais positivo", diz o microbiologista Frederik Hammes, da Eawag. Mas, ele salienta, "também pode causar irritações nos olhos e ouvidos ou infecções gastrointestinais mais problemáticas".


Então, temos que desistir dos patinhos ou limpá-los completamente após cada uso?, perguntam os pesquisadores. Ou, como alguém na internet recomenda, cobrir os buracos dos patinhos para que não entre ou saia água?

Hammes sugere uma solução mais científica: endurecer os regulamentos sobre os polímeros usados na fabricação de todos os brinquedos destinados ao banheiro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade