Publicidade

Correio Braziliense

Nasa planeja enviar mini-helicóptero a Marte

Conhecido simplesmente como "The Mars Helicopter", o dispositivo pesa menos de 1,8 kg, e sua seção principal do corpo, ou fuselagem, é aproximadamente do tamanho de uma bola de futebol


postado em 11/05/2018 21:08 / atualizado em 11/05/2018 21:15

(foto: D. Ducros/European Space/AFP Photo)
(foto: D. Ducros/European Space/AFP Photo)
 
A agência espacial americana disse nesta sexta-feira (11/5) que planeja lançar o primeiro helicóptero a Marte em 2020, um veículo em miniatura não-tripulado que poderia ajudar a melhorar nossa compreensão sobre o Planeta Vermelho. 

Conhecido simplesmente como "The Mars Helicopter", o dispositivo pesa menos de 1,8 kg, e sua seção principal do corpo, ou fuselagem, é aproximadamente do tamanho de uma bola de futebol. 

Ele será anexado à barriga do Mars 2020, um robô de rodas que busca determinar a habitabilidade do ambiente marciano, procurar sinais da vida antiga e avaliar os recursos naturais e os perigos para futuros exploradores humanos. 

O Mars 2020 deverá ser lançado em julho de 2020, e sua chegada à superfície de Marte está prevista para fevereiro de 2021. 

O empreendimento começou em agosto de 2013 como um projeto de desenvolvimento de tecnologia no Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa. 

Para voar na fina atmosfera de Marte, o helicóptero espacial deve ser super leve, mas o mais potente possível. 

"O recorde de altitude de um helicóptero voando aqui na Terra é de cerca de 12.100 metros", disse Mimi Aung, gerente de projeto do Mars Helicopter no Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa. 

"A atmosfera de Marte é apenas 1% da da Terra, então quando nosso helicóptero está na superfície marciana, já está no equivalente da Terra a 30.500 metros", acrescentou. 

O helicóptero é equipado com "células solares para carregar suas baterias de íons de lítio e um mecanismo de aquecimento para mantê-lo aquecido nas frias noites de Marte". 

Os controladores da Terra comandarão o helicóptero Mars, projetado para receber e interpretar comandos do solo. 

A Nasa disse que considera o helicóptero uma "demonstração de tecnologia de alto risco e alta recompensa". 

Se for bem-sucedido, poderia ser um modelo para explorar nas futuras missões de Marte, capaz de acessar lugares que os robôs não podem alcançar.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade