Ciência e Saúde

Cientistas decodificam pela primeira vez genoma completo do trigo

Mapear um genoma abrangente do trigo foi um desafio que durou 13 anos porque o trigo para pão contém cinco vezes mais genes que um ser humano

Agência France-Presse
postado em 16/08/2018 19:38
O genoma do trigo contém 107.891 genes e seu genoma complexo contém 16 bilhões de pares de base
Washington, Estados Unidos - Cientistas anunciaram nesta quinta-feira (16) ter decodificado pela primeira vez o genoma completo do trigo, um avanço que especialistas afirmam que irá ajudar a alimentar a crescente população mundial.

O trigo alimenta mais de um terço da população do planeta, fornecendo mais proteína do que a carne para a dieta humana e respondendo por cerca de um quinto das calorias consumidas pelas pessoas.

Porém, é mais difícil de cultivar em clima quente e se espera que estas condições desafiadoras se intensifiquem à medida que o planeta esquenta com as mudanças climáticas.

Especialistas afirmam que o mundo precisa de variedades e cultivos mais resistentes a doenças, capazes de se desenvolver com menos água em um clima mais quente.

"Isso vai acelerar enormemente nossos esforços na identificação de genes de trigo importantes para a agricultura, inclusive aqueles que ajudariam a combater as principais doenças fúngicas", disse Kostya Kanyuka, cientista de genômica funcional do Instituto de Pesquisas Rothamsted.

"Isto também beneficiará enormemente e imediatamente os cultivadores de trigo, acelerando o desenvolvimento de novas variedades de elite", acrescentou.

Mapear um genoma abrangente do trigo foi um "desafio imenso" que durou 13 anos porque o trigo para pão contém cinco vezes mais genes que um ser humano, destacou o texto, publicado na revista científica Science.

O tipo de trigo detalhado por 200 cientistas de 20 países é o Trigo Comum (Triticum aestivum), variedade do trigo pão que é o cultivo mais disseminado no mundo, segundo o estudo conduzido pelo Consórcio Internacional de Sequenciamento do Genoma do Trigo (IWGSC).

"A produtividade do trigo precisa aumentar em 1,6% ao ano para atender às demandas de uma população mundial estimada em 9,6 bilhões de pessoas em 2050", destacou o texto.

O genoma do trigo contém 107.891 genes e seu genoma complexo contém 16 bilhões de pares de base, os blocos que formam o DNA. A título de comparação, o ser humano tem cerca de 20.000 genes e três bilhões de pares de base.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação