Publicidade

Correio Braziliense CORREIO DEBATE

Especialistas discutem inovações de tratamento contra o câncer em seminário

Oncologistas debatem métodos de prevenção bem como novas opções de tratamentos contra a doença. Inscrições são gratuitas


postado em 17/09/2018 14:20 / atualizado em 18/09/2018 14:53

Médicos do Hospital Sírio Libanês de Brasília participam do debate(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
Médicos do Hospital Sírio Libanês de Brasília participam do debate (foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
Na próxima terça-feira (25/09) , o Correio Braziliense promove uma nova edição do Correio Debate, com o tema 'Oncologia no Brasil - Inovação no Tratamento e no Diagnóstico do Câncer'. O evento acontecerá das 13h30 às 18h30 no auditório do jornal, no Setor de Indústrias Gráficas (SIG), lote 340. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser realizadas gratuitamente por meio do site do evento

O encontro terá como discussão principal a prevenção a vários tipos de cânceres e as inovações no tratamento oncológico. O debate está dividido em dois painéis. O tema do primeiro, será “Rastreamento e diagnóstico precoce: os caminhos da prevenção”. Na segunda etapa, será abordado o tema "Tratamentos: o que há de atual e as promessas  para o futuro". 

Para o Dr. Rodrigo Medeiros, oncologista do Hospital Sírio Libanês e palestrante confirmado na próxima terça-feira, é importante discutir esse assunto devido ao alto índice de mortes em decorrência da doença. "O câncer é a segunda maior causa de morte no Brasil. Ter um espaço dentro do jornal para debater esse assunto é uma ótima oportunidade para combater a desinformação sobre a doença", ressaltou. 

O oncologista também alerta para a importância da discussão em ano eleitoral. "As pessoas devem estar atentas e procurar representantes que tenham um bom posicionamento sobre o combate à doença", preveniu. 

Estão confirmadas a presença de representantes de várias instituições profissionais no tratamento da doença, entre eles: Dr. Romualdo Barroso, imuterapeuta do Hospital Sírio Libanês; Adeilson Loureiro Cavalcante, secretário-executivo do Ministério da Saúde; e Drª. Ana Cristina Pinho Mendes, diretora geral do INCA, entre outros.
 
* Estagiária sob supervisão de Anderson Costolli 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade