Publicidade

Correio Braziliense

Trio de cosmólogos vence o Nobel de Física

Os três cientistas, astrofísicos e astrônomos, contribuíram para ''uma nova compreensão da estrutura e da história do universo''


postado em 08/10/2019 08:47

O canadense-americano James Peebles e os suíços Michel Mayor e Didier Queloz vence o Nobel de Física(foto: Jonathan Nackstrand / AFP)
O canadense-americano James Peebles e os suíços Michel Mayor e Didier Queloz vence o Nobel de Física (foto: Jonathan Nackstrand / AFP)
O canadense-americano James Peebles e os suíços Michel Mayor e Didier Queloz foram anunciados nesta terça-feira como os vencedores do prêmio Nobel de Física por seus trabalhos em cosmologia.

"O prêmio é metade para James Peebles por descobertas teóricas em cosmologia física e metade, de maneira conjunta, para Michel Mayor e Didier Queloz pela descoberta de um exoplaneta ao redor de uma estrela do tipo solar", anunciou Göran Hansson, secretário-geral da Academia Real de Ciências da Suécia.

Os três cientistas, astrofísicos e astrônomos, contribuíram para "uma nova compreensão da estrutura e da história do universo". 

"Seus trabalhos mudaram para sempre nossas concepções do mundo", destacou a Academia.

"Este prêmio é simplesmente extraordinário", reagiram Mayor e Queloz pouco depois do anúncio.

James Peebles sempre se interessou pelo cosmo, com bilhões de galáxias e grupos de galáxias. Seu marco teórico, desenvolvido durante duas décadas, se aprofunda na gênese do universo, do Big Bang até os dias atuais.

Michel Mayor e Didier Queloz exploraram nossa galáxia, a Via Láctea, em busca de mundos desconhecidos. Em 1995 eles descobriram pela primeira vez um planeta fora do nosso sistema solar, um exoplaneta, orbitando ao redor de uma estrela solar, 51 Pegasi b.

Os físicos receberão o prêmio das mãos do rei da Suécia em uma cerimônia em Estocolmo em 10 de dezembro, aniversário da morte de Alfred Nobel, inventor da dinamite e idealizador da premiação.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade