Publicidade

Correio Braziliense

Vermífugo e remédio para asma conseguem matar o coronavírus em laboratório

Pesquisadores coreanos identificaram os remédios após testar 46 substâncias que já são usadas para tratar outras doenças


postado em 05/05/2020 18:21 / atualizado em 06/05/2020 16:11

(foto: Bayer AG/Divulgação)
(foto: Bayer AG/Divulgação)
Pesquisadores sul-coreanos identificaram mais dois remédios que demonstraram sinais promissores contra o novo coronavírus em testes laboratoriais. As duas drogas se mostraram capazes de vencer o causador da Covid-19 em testes feitas com células em laboratórios.

As duas drogas já foram aprovadas nos Estados Unidos para tratamento de outras doenças, o que deve facilitar o uso contra a Covid-19. Porém, os resultados, ressaltam os cientistas, ainda são preliminares e não foram feitos testes em humanos. A pesquisa foi publicada no Antimicrobial Agents and Chemotherapy, revista especializada da Sociedade Americana de Microbiologia. 

Para o estudo, os pesquisadores testaram 46 medicamentos (todos já usados para tratar outras doenças) em células Vero, uma linhagem desenvolvida a partir de células renais do macaco-verde-africano. Essas células são comumente usadas no cultivo de vírus para a produção de vacinas.  

Vermífugo

Um dos medicamentos é o vermífugo niclosamida, que é usado para o tratamento de teníase. "Não surpreende que seu efeito antiviral de amplo espectro tenha sido bem documentado na literatura, incluindo propriedades antivirais contra SARS (Síndrome respiratória aguda grave) e MERS-CoV (síndrome respiratória do Oriente Médio)", afirmam os autores em um comunicado à imprensa.


O outro medicamento é o antiviral ciclesonida, um corticosteróide inalado e usado no tratamento da asma e da rinite alérgica. "Com sua comprovada atividade anti-inflamatória, a ciclesonida pode representar uma droga potente que pode manifestar [os] papéis duplos [de antiviral e anti-inflamatório] no controle da infecção por SARS-CoV-2", concluem os pesquisadores. 

Outros medicamentos 

Pesquisadores norte-americanos e de Hong Kong já conseguiram indentificar cerca de 30 medicamentos que mostram eficácia contra a Covid-19. Todos eles são candidatos a medicamentos para tratamento do novo coronavírus. Três atualmente estão em ensaios clínicos para a Covid-19. 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade