Publicidade

Correio Braziliense

Foto de gaivota presa em máscara alerta sobre descarte de lixo na pandemia

Segundo a RSPCA, entidade protetora dos animais, máscaras e luvas descartadas de maneira inadequada representam risco aos bichos


postado em 22/07/2020 21:31 / atualizado em 22/07/2020 21:48

Gaivota com máscara descartável embolada nas pernas (foto: RSPCA/Twitter)
Gaivota com máscara descartável embolada nas pernas (foto: RSPCA/Twitter)
A Sociedade Real para a Prevenção da Crueldade contra Animais (RSPCA, na sigla em inglês) postou nas redes sociais a foto de uma gaivota cujas patas ficaram presas em uma máscara descartável.

A publicação da imagem, explicou a instituição, busca alertar sobre a necessidade de se fazer o descarte adequado dos equipamentos de proteção individual (EPIs), como máscaras e luvas, cujo uso cresceram exponencialmente durante a pandemia de covid-19

No Twitter, a RSPCA, entidade protetora dos animais criada no Reino Unido no século 19, explicou a cena: "Uma jovem gaivota com uma máscara descartável enrolada nas pernas. Como estava ali havia algum tempo, os membros e juntas da pobre ave estão feridos. Esperamos que com cuidados veterinários ela se recupere logo".



As EPIs se juntaram, durante a pandemia, a uma série de produtos descartáveis, como embalagens plásticas, que, depois de ir para a natureza, ameaçam a vida dos animais.

Em um vídeo também postado nas redes sociais, a RSPCA informa que recebe, todos os anos, cerca de 5 mil avisos de incidentes com animais relacionados ao descarte inadequado de lixo (veja abaixo).

Como descartar máscaras e luvas

Segundo Alberto César da Silva, professor de enfermagem no Centro Universitário Iesb e especialista em saúde pública, máscaras e luvas nunca devem ser jogadas na rua, mas colocadas em um saco plástico devidamente identificado e descartado junto com o lixo orgânico.

Agindo dessa forma, protegem-se não só os animais, mas toda a população, reduzindo-se as chances de contaminação.



Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade