Publicidade

Correio Braziliense

MP da Liberdade Econômica é avanço para o País

O Senado Federal aprovou, no dia 21 de julho, a Medida Provisória nº 881/2019, conhecida como MP da Liberdade Econômica.


postado em 27/08/2019 19:02 / atualizado em 27/08/2019 19:08

Luiz Carlos Bohn e Rodrigo Maia
Luiz Carlos Bohn e Rodrigo Maia
O Senado Federal aprovou, no dia 21 de julho, a Medida Provisória nº 881/2019, conhecida como MP da Liberdade Econômica. O texto traz providências de desburocratização e simplificação de processos para empresas e empreendedores. Tanto no Senado quanto na Câmara dos Deputados, a matéria contou com amplo apoio da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que mobilizou sua equipe técnica e presidentes de federação para sensibilizar os parlamentares quanto à aprovação para a melhoria do ambiente de negócios, com estímulo a investimentos de empresários, auxiliando na recuperação da economia brasileira. O vice-presidente da CNC Luiz Carlos Bohn entregou ao presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP), um manifesto em favor da MP. O documento também foi entregue ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na ocasião da votação naquela casa legislativa.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação