Publicidade

Correio Braziliense STARTUPS

Startup representa Brasília no maior evento de tecnologia e empreendedorismo do mundo

Brasiliense Shimejito foi uma das 200 selecionadas para participar do Web Summit 2018 em Lisboa e apresentar projeto para investidores e mentores


postado em 07/11/2018 10:30 / atualizado em 21/11/2018 20:28

Adriel Rodrigues e Marielle Burti, da Shimejito: casal unido no empreendedorismo e na busca por um mundo melhor(foto: Arquivo pessoal)
Adriel Rodrigues e Marielle Burti, da Shimejito: casal unido no empreendedorismo e na busca por um mundo melhor (foto: Arquivo pessoal)

Um negócio brasiliense que desenvolve tecnologia para a produção urbana de alimentos orgânicos despertou a atenção do mundo. A startup Shimejito, representada pelo casal Adriel Rodrigues e Marielle Burti, foi uma das 200 selecionadas entre 20mil inscritas para apresentar seu projeto a investidores, mentores e participantes no Web Summit 2018. Realizado este ano em Lisboa, no período de 5 a 8 de novembro, o evento é considerado pela Forbes como a maior conferência de tecnologia e empreendedorismo do mundo.

 

A Shimejito também foi eleita a startup do terceiro dia do Web Summit e ganhou destaque no Jornal Eco - Economia Online, de Lisboa. “Estamos muito orgulhosos de poder representar o Brasil e Brasília numa missão tão especial como essa, de estarmos unidos a celebridades de tecnologia para discutir como melhorar o mundo”, afirmou a diretora jurídica da startup, Marielle Burti.

 

Durante o evento, Marielle percebeu a preocupação dos participantes com sustentabilidade e confiabilidade. “Esse é o principal tema das palestras e discussões. O que eu levo de grande lição é que, quando estamos pensando em qualquer empresa e principalmente em uma startup que nasce e cresce muito rápido, a gente deve se preocupar em quanto ela respeita os objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) das Nações Unidas, quanto ela traz de sustentabilidade e confiabilidade para o mundo”, observa. Segundo a empreendedora, é disso que investidores que pagam 25mil euros para estarem no Web Summit buscando talentos querem saber.

 

HISTÓRIA INSPIRADORA

O empreendedorismo chegou com tudo na vida de Adriel Rodrigues, 29 anos, e Marielle Burti, 30, que se conheceram há dois anos e meio e estão noivos. Paulista de Taubaté, a advogada Marielle deixou o trabalho no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás. Apaixonado por inovação, Adriel percebeu que podia fazer mais pelo mundo e pela saúde das pessoas. Fundou a startup Shimejito em 2017, com o seguinte propósito: “Levar nutrição de qualidade e acessível ao maior número de pessoas, promover pesquisa efetiva na área, promover o Urban Farming e economia colaborativa no mundo com a melhor tecnologia de produção”.

 

Em março de 2018, Adriel deixou o trabalho com mercado de alta renda no Banco do Brasil. Hoje estão focados em empreender. “Nós produzimos tecnologia de produção de orgânicos em ambiente fechado e de forma descentralizada, tanto para produtores existentes quanto para novos produtores, que podem alugar um espaço urbano e adaptar com nosso processo. A venda é feita por meio de nossa plataforma”, explica Adriel.

 

Nesse vídeo feito pelo jornal lisboeta Eco, Marielle explica o trabalho da Shimejito, voltado para a economia colaborativa e sustentabilidade. Assista:

 

NOVOS CAMINHOS

Além de sócia da Shimejito, Marielle trabalha no desenvolvimento de outra startup, Banco do Bem. A ideia é criar uma plataforma de confiança em que os participantes se inscrevem e ganham pontos por oferecer seus serviços, talentos e habilidades para fazer o bem e ajudar outras pessoas. Os pontos ganhos podem ser trocados por outros serviços disponíveis pelos participantes.

Com a plataforma Banco do Bem, Marielle quer resgatar espírito de confiança e colaboração das pessoas(foto: Camila de Magalhães/FAC/D.A Press)
Com a plataforma Banco do Bem, Marielle quer resgatar espírito de confiança e colaboração das pessoas (foto: Camila de Magalhães/FAC/D.A Press)
 

Esse projeto está sendo desenvolvido com o apoio de mentores e da equipe de profissionais da Ei! Comunidade de Aprendizagem para Empreendedores, da Fundação Assis Chateaubriand, no curso Jornada Ei – Especial Startups.

 

COMUNIDADE PARA EMPREENDEDORES

EI! Comunidade de Aprendizagem para Empreendedores, da Fundação Assis Chateaubriand, é um ambiente de conexão, conhecimento e experiências inovadoras, que surgiu em agosto de 2017 para transformar empreendedores de dentro para fora. Nesta comunidade, acredita-se na força das conexões, no aprender fazendo, na criação coletiva, entre outros. O Espaço Ei também diversos eventos de empreendedorismo e inovação para inspirar pessoas que pensam diferente e acreditam no potencial de Brasília.

 

A comunidade oferece ainda o curso Jornada Ei, que prepara o empreendedor para encarar o mercado de forma mais disruptiva e humana, por meio de técnicas, ferramentas e experiências para quem quer desenvolver uma ideia, abrir um negócio ou inovar no mercado.

 

ACOMPANHE A EI

Site: www.ei.org.br

Facebook e Instagram: @ComunidadeEi

WhatsApp: (61) 3214-1059

E-mail: comunidade@ei.org.br