Publicidade

Correio Braziliense EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA

Empreendedorismo no ensino básico e superior já é uma realidade

Disciplinas sobre empreendedorismo nas faculdades têm muita procura e fortalecem a importância do estudo do tema


postado em 23/07/2019 15:10 / atualizado em 26/08/2019 17:49

O ensino sobre o tema pode ser iniciado desde pequeno, por meio de atividades lúdicas para que as crianças entendam alguns elementos do empreendedorismo.(foto: Freepik)
O ensino sobre o tema pode ser iniciado desde pequeno, por meio de atividades lúdicas para que as crianças entendam alguns elementos do empreendedorismo. (foto: Freepik)

 

Texto: Terra Thais Costa 

 

A reconfiguração do mercado de trabalho tem sido um desafio para quem deseja conquistar um emprego. As mudanças na sociedade, entrelaçadas com o avanço tecnológico, exigem cada vez mais dos candidatos. O cenário se torna ainda mais delicado com o baixo desempenho da economia, o que transforma o ato de empreender uma necessidade para a maioria dos cidadãos no país. 

No entanto, ao contrário do que alguns imaginam, empreendedorismo vai além da criação de uma própria empresa. Saber sobre o assunto também gera pontos para quem deseja incrementar na organização que trabalha.

O conhecimento do tema é fundamental para garantir a competitividade das empresas e reduzir o elevado nível de mortalidade destas, que ocorre nos primeiros anos de vida de um empreendimento, por problemas de gestão.

Atualmente, diversas faculdades oferecem disciplinas que abordam o tema e capacitam os alunos para essa realidade.

Segundo Mario Andrade, professor da Universidade de Brasília, as disciplinas ofertadas na graduação são importantes, independente da área que o aluno deseja. “O estímulo se baseia em proporcionar aos jovens elementos para que possam se desenvolver para alcançarem a auto realização, independente do caminho que queiram percorrer, seja trabalhando para uma organização, em um negócio próprio ou ainda em qualquer outra atividade”, afirma.

O foco das aulas, segundo Andrade, é dar uma visão geral sobre gestão, marketing e finanças, com o objetivo de despertar um senso de autonomia e de trabalho em equipe, além de auxiliar que os alunos tenham uma visão crítica sobre mundo dos negócios, identificação de oportunidade e análise de riscos.

O ensino sobre o tema pode ser iniciado desde pequeno, por meio de atividades lúdicas, para que as crianças entendam alguns elementos do empreendedorismo. Atualmente, a ONG Junior Achievement oferece diversos cursos voltados para crianças do ensino fundamental e básico. “O ideal seria criar atividades que pudessem estar associadas as matérias tradicionais como, por exemplo, a matemática. No Ensino Superior, além de matérias específicas, o aluno pode ‘empreender’ participando de uma série de projetos e parcerias que a Universidade oferece”, destaca Andrade.

Na UnB, existem seis turmas, para 100 alunos cada, com o tema empreendedorismo. Segundo Andrade, no último semestre, a lista de espera para fazer a disciplina chegou a 350 alunos. “Nela os alunos estudam as competências empreendedoras e apresentam, ao final, um Plano de Negócios desenvolvido ao longo do semestre. Este plano é avaliado por professores e empresários, bem como possíveis investidores”, ressalta.

Além do empreendedorismo tradicional, existem outros dois tipos: O Empreendedorismo Social, que visa tratar sobre assuntos sociais, e o Intra empreendedorismo, que propõe incentivar funcionários vinculados a instituições a desenvolverem comportamentos empreendedores, como se fossem donos das empresas onde trabalham.

 

 

Sobre a Ei! – A Ei! Comunidade de Aprendizagem para Empreendedores é um ambiente de conexão, conhecimento e experiências inovadoras, que surgiu em agosto de 2017 para transformar empreendedores de dentro para fora. Nesta comunidade, acredita-se na força das conexões, no aprender fazendo, na criação coletiva, entre outros. Desde o ano passado, também são realizados diversos eventos que reúnem pessoas que pensam diferente e acreditam no potencial inovador da cidade. A Ei! Comunidade de Aprendizagem para Empreendedores está no Facebook, Instagram e Twitter, com o perfil @ComunidadeEi