Publicidade

Correio Braziliense INOVAÇÃO

Biomimética: como a Natureza pode ser fonte de inspiração para as empresas e organizações

Especialista Carol Freitas explica como essa tendência tecnológica vem crescendo e se tornando promissora para o empreendedorismo


postado em 30/12/2019 17:11 / atualizado em 30/12/2019 17:33

Para a biomimeticista Carol Freitas, a grande vantagem da biomimética é que a inspiração de um contexto natural faz com que a gente saia de nossos sistemas que, às vezes, não estão funcionando como deveriam e encontre caminhos para atender o contexto de nossas necessidades humanas(foto: Pixabay)
Para a biomimeticista Carol Freitas, a grande vantagem da biomimética é que a inspiração de um contexto natural faz com que a gente saia de nossos sistemas que, às vezes, não estão funcionando como deveriam e encontre caminhos para atender o contexto de nossas necessidades humanas (foto: Pixabay)
 

Texto: Sarah Farias

Edição: Camila de Magalhães

 

Pouca gente sabe, mas a biomimética é uma área da ciência que tem por objetivo o estudo das estruturas biológicas e das suas funções, procurando aprender com a Natureza, suas estratégias e soluções, e utilizar este conhecimento em diferentes domínios da ciência.

 

Traduzida do inglês biomimicry (do grego: bios, vida; mimesis, imitac%u0327a%u0303o), biomimética significa literalmente imitar a vida. No contexto empresarial e empreendedor, a biomimética tem sido uma abordagem de inovação que se inspira na Natureza para trazer respostas para o mundo real e prático.

 

A designer Carol Freitas, uma das oito biomimeticistas certificadas no Brasil, explica que a grande vantagem da biomimética é que a inspiração de um contexto natural faz com que a gente saia de nossos sistemas que, às vezes, não estão funcionando como deveriam e encontre caminhos para atender o contexto de nossas necessidades humanas.

 

Segundo ela, a abordagem da biomimética é uma tendência tecnológica que vem crescendo muito nos últimos dez anos, tornando-se promissora para o empreendedor ao tirá-lo de um olhar viciado, conectando-o com o seu propósito, a partir de insigths mais criativos construídos em experiências e ambientes novos.

 

“O contato com a natureza exige um exercício de experiências diferentes e ativa o lado criativo do indivíduo”, explica Carol, lembrando que é importante começar a aplicar a metodologia da biomimética dentro das organizações.

 

De acordo com Carol Freitas, só entrar em contato com a Natureza já dá uma média de 50% de aumento na criatividade do empreendedor. “O contato com o meio natural ajuda bastante no âmbito pessoal, mas quando a gente aprende a ler sistemas naturais, é como se a gente tivesse um catálogo vivo de soluções, em vez de pesquisar no Google, por exemplo”, defende.

 

Para ela, com soluções únicas que estão funcionando dentro do nosso sistema, aprender o método é uma forma de você ter contato com uma solução que pode melhorar o produto ou serviço pensado para o público final.

 

Cinco tendências tecnológicas

A Revista Forbes citou a biomimética como uma das cinco tende%u0302ncias tecnolo%u0301gicas que podem levar uma empresa ao sucesso.

 

Abordagens semelhantes também estão cada vez mais em pauta (biônica, bioinspiração, ecodesign, ecoengenharia e outros). Isso pode criar confusão na hora de compreender e diferenciar essas áreas da bioinovação. Ainda assim, uma coisa é certa: é comum a todas essas abordagens utilizar a natureza como inspiração.

 

Por meio dessa imitação mais profunda e consciente da vida, surge a possibilidade de criar novas tecnologias inspiradas pela natureza. Ou seja: inovar em serviços, produtos, processos e sistemas. Trata-se, portanto, de um campo de conhecimento que apresenta um novo olhar e avaliação da natureza.

 

Em linhas gerais, a biomimética propõe utilizar a natureza como mentora, medida e modelo para inovar em projetos, serviços, produtos, processos e sistemas. Com ela, temos metodologia e ferramentas adequadas ao desenvolvimento dos projetos e à inovação social.

 

Biomimética no mundo

Confira algumas soluções inspiradas na Natureza, que você conhece e provavelmente já usou (Fonte: Sebrae Minas).

 

VELCRO

O exemplo mais simples de solução criada com a biomimética é o velcro. Em 1941, oengenheiro George de Mestral foi inspirado pelos carrapichos, que grudavam na roupa e nos pelos de animais. No microscópio, ele notou que os pequenos ganchos da planta grudavam em qualquer superfície com “alças”.

 

REFRIGERAÇÃO PASSIVA

Um prédio no Zimbabwe foi desenhado para imitar casas de cupins na África, que mantêm a temperatura constante, mesmo em clima extremo. Os insetos fazem aberturas na construção e, com isso, permitem que o ar circule – o ar frio entra por baixo e o quente escapa por cima. A energia economizada com essa alteração é de pelo menos 10%.

 

GECKO TAPE

Os adesivos “gecko” são materiais cobertos com pelos nanoscópicos que imitam os pés de lagartixas. São milhões de minicabelos flexíveis, que permitem um efeito adesivo mais forte do que muitas fitas inventadas.

 

CIMENTO

Para construir seu exoesqueleto, os corais retiram minerais e CO2 do ambiente e excretam carbonato de cálcio. Inspirando-se nesse processo, pesquisadores de Stanford desenvolveram um novo jeito de produzir cimento. Após a captura do CO2 da atmosfera, ele é dissolvido em água marinha a fim de formar o carbonato de cálcio, cujas propriedades são ideais para construções.

 

PROPULSÃO DE JATOS

Um time de pesquisadores da Marinha dos Estados Unidos descobriu uma forma de construir jatos mais econômicos, observando a forma como águas-marinhas se movimentam. A fim de se moverem, esses animais fazem uma pausa que cria um vórtex que, por sua vez, as empurra para a frente, forma bem mais fácil de nadar do que por meio de movimentos contínuos.

 

TELAS DE LED

As telas de LED mais econômicas foram inspiradas na estrutura dos “olhos” de mosquitos, que utilizam a bioluminescência para atrair parceiros. Ao observar os animais em microscópios, foi possível identificar uma camada antirreflexiva que elimina a perda de luz, aumentando a eficiência.

 

 

Sobre a Ei!

A Ei! Comunidade de Aprendizagem para Empreendedores é um ambiente de conexão, conhecimento e experiências inovadoras, criado em 2017 pela Fundação Assis Chateaubriand para transformar empreendedores de dentro para fora. Nesta comunidade, acredita-se na força das conexões, no aprender fazendo, na criação coletiva, entre outros. Também são realizados diversos cursos, workshops e eventos que reúnem pessoas que pensam diferente e acreditam no potencial inovador da cidade. A Ei! Comunidade de Aprendizagem para Empreendedores está no Facebook e Instagram, com o perfil @ComunidadeEi

 

No seu WhatsApp

Receba nossos conteúdos de empreendedorismo e inovação no WhatsApp. Salve o número (61) 3214-1059 na sua agenda, mande um Ei pra gente e aproveite os nossos artigos, matérias, vídeos e agenda completa!