Diversão e Arte

Fernanda Takai apresenta em Brasília o repertório do DVD Luz negra, em que interpreta o repertório da musa da bossa nova

Irlam Rocha Lima
postado em 11/08/2009 09:15

Como vocalista do Pato Fu, Fernanda Takai, ao longo de 15 anos, angariou prestígio entre críticos e fãs da banda mineira, na cena alternativa no rock. Mas foi a partir de 2007, quando gravou Onde brilhem os olhos seus, CD produzido por Nelson Motta, em que interpreta canções do repertório de Nara Leão, que a cantora ganhou maior popularidade.

O show com o repertório do álbum - que a levou a conquistar disco de ouro e o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) -, foi apresentado em Brasília, no fim de março de 2008, na abertura do projeto Belas da Vez, no Espaço Brasil Telecom. Depois de um ano em turnê nacional, ganhou registro em DVD, sob o título de Luz negra, lançado há duas semanas. A gravação foi em maio, no Teatro Municipal Manoel Franzen de Lima, em Nova Lima (1)(MG).

Takai: Em seu primeiro show depois do lançamento de Luz negra, Takai ocupa o palco do Teatro da Caixa, hoje, às 20h, e amanhã, às 19h e 21h, na comemoração do 29; aniversário da Caixa Cultural. Ela terá a companhia da banda formada por John Ulhoa (guitarra, violão e arranjos), Lulu Camargo (teclados e arranjos), Thiago Braga (baixo e violão) e Maria Portugal (bateria e percussão).

No repertório de Luz negra, nome também do espetáculo que a cantora segue apresentando até janeiro de 2010, estão canções de Onde brilhem os olhos seus, como Diz que fui por aí, Lindoneia, Insensatez, Estrada do sol e Com açúcar e com afeto, extraídas de discos de Nara Leão, e outras que fazem parte da memória afetiva de Fernanda, como Sinhá Pureza (Pinduca), Ben (Michael Jackson) e Ordinary world (Duran Duran).

A elas foram agregadas Você já me esqueceu (Fred Jorge), gravada originalmente por Roberto Carlos, e 5 discos, que Takai compôs com John Ulhoa para Pedro Mariano. "O Fred Jorge ficou conhecido por fazer versões de músicas como Banho de lua e Estúpido cupido, mas seu lado de compositor acabou não sendo muito difundido. Tinha Você já me esqueceu, que é uma gracinha, numa fita cassete que ganhei de presente", revela. "Incluí 5 discos, de minha autoria, porque algumas pessoas só me descobriram mais recentemente, ainda não conheciam meu lado de compositora", explica.

Segundo a cantora, os fãs são corresponsáveis pela gravação de Luz negra. "Recebi inúmeros e-mails de pessoas que viram o show, e mesmo de quem não pôde assistir, sugerindo o registro. Como não pretendia simplesmente gravar um CD ao vivo, decidi fazer o DVD. Quis uma estética que tivesse a ver com a proposta do espetáculo, algo contemplativo, que fosse um filme do show."

As imagens foram criadas num jogo de sombras, claros e escuros, com referências a Bertolt Brecht. "O mérito de termos conseguido o resultado pretendido é da G5, produtora de Belo Horizonte, uma galera jovem - o mais velho tem 29 anos - que buscou referências em filmes como O homem elefante (David Lynch) e Sin city (Frank Miller e Robert Rodriguez)", comenta Fernanda, que em setembro volta a se reunir com os companheiros do Pato Fu para dar início à pré-produção do 10; disco da banda. Entre as músicas já compostas, estão algumas parcerias dela com John Ulhoa.


1 - VELHOS TEMPOS
Teve caráter afetivo a escolha de Nova Lima para a gravação do DVD. "Entre os 12 e 13 anos, morei com a minha família nessa cidade, que fica bem próxima a Belo Horizonte", conta Fernanda. "Guardo boas lembranças da época. Como sabia da existência do Teatro Municipal, que é algo histórico e tem excelente acústica, quis fazer o registro do show lá. Foi, também, uma forma de homenagear Nova Lima."


FERNANDA TAKAI
Show de lançamento do DVD Luz negra. Hoje, às 20h, e amanhã, às 19h e 21h, no Teatro da Caixa (Setor Bancário Sul). Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia), à venda na bilheteria do teatro a partir do meio-dia. Observação: não é permitida a entrada no teatro após o início do espetáculo. Informações: 3206-6456 e 3206-9448. Não recomendado para menores de 14 anos.

Ouça trecho da música Você já me esqueceu.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação