Publicidade

Correio Braziliense DE GRAÇA

Chile em carne viva


postado em 14/09/2009 10:14 / atualizado em 14/09/2009 10:21

Argentina, Uruguai, Brasil e Chile formam o quadrilátero produtivo do cinema contemporâneo na América do Sul. Saem desses polos o que há de mais interessante e representativo no continente tanto nas experiências formais quanto nos conteúdos políticos. A partir de hoje, o brasiliense tem a chance de aprofundar a visão sobre um dos pilares desse quarteto: o cinema chileno. Até sábado, sete filmes serão apresentados, com entrada franca, no Instituto Cervantes. Todas são produções recentes, de 2006 a 2008, o que torna a mostra ainda mais representativa. É um mosaico significativo, sobretudo, pela diversidade de temas e linguagens. A abertura será às 19h, com El regalo, comédia romântica de 2008, inédita em circuito comercial brasiliense.

Tony Manero mostra personagem alienado na era Pinochet(foto: Imovision/Divulgação)
Tony Manero mostra personagem alienado na era Pinochet (foto: Imovision/Divulgação)
Um dos destaques da semana, Alicia en el país (quinta, às 18h), narra a saga da menina quéchua, que empreende uma caminhada sem fim (180 quilômetros) da Bolívia ao Chile. O objetivo é conseguir um trabalho. Poética e forte, a produção mostra a preocupação dos cineastas chilenos em dialogar com problemas e questões cruciais à nação. Não à toa, os filmes que têm chamado a atenção de público e crítica trazem essa forte premissa crítica e reflexiva.

Duas das mais visíveis produções na mostra seguem essa tendência. La buena vida (às 19h) e Tony Manero (às 21h) fazem dobradinha no sábado). Ambas têm o Chile como forte ponto de discussão. Em La buena vida, desejos e frustrações de tipos urbanos se chocam numa Santiago, que pode ser um lugar cruel, enquanto Tony Manero revela a história de um homem obcecado com a ideia de ser o mais parecido possível com Tony Manero, o personagem de John Travolta em Os embalos de sábado à noite. O contexto é a ditadura de Pinochet. Integram ainda a Semana Chilena: El rey de los huevones (amanhã, às 19h); 199 Receitas para ser feliz (quarta, às 19h) e Malta con huevo (sexta, ás 19h).




Programe-se

Todas as sessões são gratuitas e ocorrem no Instituto Miguel Cervantes (707/907 Sul)

Hoje, às 19h, El regalo. Classificação indicativa livre.

Amanhã, às 19h, El rey de los huevones. Não recomendado para menores de 14 anos.

Quarta, às 19h, 199 recetas para ser feliz. Não recomendado para menores de 18 anos.

Quinta, às 18h- Alicia en el país. Não recomendado para menores de 14 anos.

Sexta, às 19h, Malta con huevo. Não recomendado para menores de 14 anos.

Sábado, às 21h, La buena vida; às 21h, Tony Manero. Não recomendado para menores de 18 anos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade