Publicidade

Correio Braziliense

"As Melhores Coisas do Mundo" vence oito prêmios no Festival do Recife


postado em 03/05/2010 12:52 / atualizado em 03/05/2010 12:55

Francisco Miguez e Gabriela Rocha em cena de
Francisco Miguez e Gabriela Rocha em cena de "As Melhores Coisas do Mundo" (foto: Beatriz Lefevre/Divulgação)
O filme As Melhores Coisas do Mundo, de Laís Bodanzky sobre o universo adolescente, foi o grande vencedor da premiação do Cine PE, o Festival do Recife. O filme levou oito prêmios: melhor filme, direção, ator (Francisco Miguez, de 15 anos), roteiro, fotografia, direção de arte, edição de som e o prêmio da crítica. A premiação aconteceu na noite deste domingo (2/5), no Cine São Luís, no Recife. O longa O Homem Mau Dorme Bem, de Geraldo Moraes (DF), ainda sem estreia definida, conseguiu três prêmios importantes: prêmio do público, ator coadjuvante (Bruno Torres) e atriz coadjuvante (Mariana Nunes). Paloma Duarte recebeu o prêmio de melhor atriz pelo musical Léo e Bia, de Oswaldo Montenegro (RJ). O documentário Sequestro levou roteiro (dividido com As Melhores Coisas) e montagem. Prêmio oficial do júri para longa-metragem: Filme: As melhores coisas do mundo, de Laís Bodanzky Diretor: Laís Bodanzky, por As melhores coisas do mundo Ator: Francisco Miguez, por As melhores coisas do mundo Atriz: Paloma Duarte, por Léo e Bia, de Oswaldo Montenegro Ator coadjuvante: Bruno Torres, por O homem mau dorme bem, de Geraldo Moraes Atriz coadjuvante: Mariana Nunes, por O homem mau dorme bem Roteiro: Sequestro e As melhores coisas do mundo Direção de arte: Cássio Amarante, por As melhores coisas do mundo Trilha sonora: Léo e Bia, de Oswaldo Montenegro Montagem: Marcelo Moraes, por Sequestro, de Wolney Atalla Fotografia: Mauro Pinheiro Jr., por As melhores coisas do mundo

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade