Publicidade

Correio Braziliense

Salve, banda


postado em 29/07/2010 07:00

Desde 2008, as quintas-feiras no Bar do Calaf têm algo de diferente. O projeto Salve a música brasileira, conduzido pela banda Salve, cuja especialidade é tocar o melhor do repertório popular nacional, costuma carregar o ambiente do restaurante com muita alegria, diversão e paquera. Apesar de Jorge Ben ser a referência inicial, as apresentações agora mantêm o ritmo e a inspiração de outros compositores, de João Donato a Gilberto Gil, de Djavan a Tim Maia. Hoje, às 21h, a festa comemora dois anos de existência, com os DJs Tot e Tatu e presença dos convidados Raildo (saxofone) e Adil (trombone), que sobem ao palco ao lado da Salve.

Projeto Salve a música brasileira comemora dois anos com programação especial(foto: André Santangelo/Divulgação)
Projeto Salve a música brasileira comemora dois anos com programação especial (foto: André Santangelo/Divulgação)
“A gente não fica preso num compositor só. Nesse tempo todo que a gente está lá, muitos tocaram pra gente e pessoas importantes foram assistir. Sempre dá uma galera legal”, conta Thiago Cunha, baterista. Em apenas dois anos, muitas pessoas interessantes passaram pelo Calaf para conferir o projeto que tornou a quinta-feira um dia tão especial para os amantes da boa música brasileira. Fábio Cavanha (violão e voz), Bruno Aguiar (baixo e voz), Guilherme Vilar (percussão, flauta e voz), Flávio Silva (piano elétrico) e Luiz Ungarelli (percussão e voz) e Cunha devem se lembrar com carinho de quando o tenista Gustavo Kuerten, o Guga, apareceu de surpresa e sentou-se na mesa atrás do palco, sorridente.

Wilson Simoninha também deu as caras por lá e dividiu o palco com a banda, levando os hits Bebete vãobora e País tropical, de Jorge Ben. O consagrado baixista Arthur Maia, que já tocou ao lado de Gal Costa e Gilberto Gil, alinhou-se ao lado dos donos da festa em Toda menina baiana e Palco, de Gil. E incontáveis artistas da cidade de outros estados já visitaram o Calaf numa quinta à noite para curtir e apoiar o Salve a música brasileira.

Foram dois anos movimentados e certamente muito divertidos. E parece que a festa só está começando. “Toda quinta, só com música brasileira e está sempre cheio. Temos a preocupação também de sempre reciclar o repertório, com muitos compositores. Colocar músicas novas e acatar sugestões do pessoal que sempre vai”, conta Cunha. Na noite especial de aniversário, o músico promete novidades. “Raildo e Adil, eles já tocaram bastante conosco. A gente preparou um repertório com metais, coisas que exploram sax e trombone. E tem surpresa. Vamos tocar coisas que nunca tocamos antes”, adianta.


SALVE A MÚSICA BRASILEIRA
Edição especial de aniversário de dois anos. Hoje, no Bar do Calaf (Setor Bancário Sul, Q. 2, Bl. S, Ed. Empire Center; 3325-7408). A partir das 21h, abertura com os DJs Tot e Tatu. A partir das 23h, show da banda Salve em dois blocos, com os convidados Raildo e Adil. Ingressos: até as 23h, R$ 10 (mulher) e R$ 15 (homem); depois, R$ 15 (mulher) e R$ 20 (homem). Não recomendado para menores de 18 anos. Informações: 3325-7408.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade