Publicidade

Correio Braziliense

Adoniran - Uma biografia, de Celso de Campos Jr.


postado em 07/08/2010 07:00 / atualizado em 06/08/2010 21:58


Trecho

"Composta no balcão do bar Mutamba, na rua Major Quedinho, a música chamava-se originalmente Bife à milanesa. Quando Carlinhos foi a Cidade Ademar para registrar a canção em uma fita, a fim de mandá-la para o conhecimento de Clementina, o mestre-cuca Adoniran fez algumas mudanças na receita, com base em teorias que não se aprendem em nenhuma escola de culinária. Logo após o parceiro ter cantado e tocado a música no violão, o veterano fez a primeira alteração — justamente no ingrediente principal.
— Carlinhos, vamos mudar de bife à milanesa para torresmo à milanesa.
— Por que, Adoniran?
— Porque não existe.

Carlinhos Vergueiro então substituiu o nome do prato e ligou o gravador para registrar a nova versão. Quando chegou ao fim, veio o toque final do chef nos versos "Arroz com feijão/ E torrresmo à milanesa".
— Carlinhos, vamos mudar para "um torresmo". Tem que ficar "Arroz com feijão/ E um torresmo à milanesa".
— Por que só um, Adoniran?
— Porque é mais triste.
Voilá"

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade