Publicidade

Correio Braziliense

The Squintz aposta em uma releitura do punk rock tradicional


postado em 27/08/2010 08:09

Domingo passado, cerca de 2 mil pessoas compareceram ao estacionamento do Ginásio Nilson Nelson para assistir a primeira seletiva da 13º edição do Porão do Rock. Dos oito grupos concorrentes, quem conquistou o primeiro lugar, tanto na votação do público quanto na dos jurados, foi o quarteto Enema Noise - banda que já foi tema de matéria do Garagem no ano passado (inclusive, entrou na nossa lista de apostas para 2010). A banda Live Wire veio na sequência como a mais bem classificada de acordo com o voto popular. Mas, na soma dos pontos, quem garantiu a segunda vaga da seletiva para o festival foi a banda The Squintz.

O grupo, que conta com integrantes do Deceivers, Utgard Trolls, Innocent Kids e Satélite Sonoro, abriu o show de CJ Ramone e prepara o primeiro disco(foto: Bruna Bastos/Divulgação)
O grupo, que conta com integrantes do Deceivers, Utgard Trolls, Innocent Kids e Satélite Sonoro, abriu o show de CJ Ramone e prepara o primeiro disco (foto: Bruna Bastos/Divulgação)
"Eles tomam como base o punk rock tradicional para fazer uma coisa nova. O punk tem várias vertentes, mas são poucas as bandas que conseguem pegar uma delas, espremer tudo o que ela tem, e ainda assim, fazer uma boa produção própria. E eles conseguem", comentou o publicitário Max Merege, um dos integrantes do corpo de jurados na ocasião. A escolha dos Squintz para o festival é mais uma vitória da curta carreira do quarteto, na ativa há pouco mais de um ano. Mês passado, por exemplo, eles abriram o show brasiliense do baixista CJ Ramone, ex-integrante da lendária banda nova-iorquina. "A noite para mim foi de fã. Tocar foi apenas um detalhe", conta Moacir Oliveira, guitarrista e vocalista dos Squintz. Moa, 29 anos, lembra que desde que começou a tocar tem vontade de ter uma banda de punk 77. "E em Brasília é mais difícil achar pessoas interessadas no estilo. Por aqui, é o punk mais pesado e o hardcore que predominam", compara. Por punk 77 entenda-se a sonoridade praticada pelas primeiras bandas punks britânicas. A referência numérica se deve ao ano 1977, crucial para o movimento. Stiff Little Fingers, The Clash e as bandas do mod revival The Jam e The Chords são citadas pelo vocalista como influências primordiais. "Acho que existe uma demanda para esse tipo de som em Brasília. Daí a boa resposta que temos recebido", sugere o vocalista. "É um equivoco achar que esta é uma sonoridade superada. Acho que foi a mais legítima no punk", continua. A opção pelo inglês, explica Moa, é uma questão estética: "Até tentamos fazer músicas em português, mas o resultado não nos agradou". A palavra squint, em inglês, significa vesgo, mas também é uma gíria cockney (dialeto da classe baixa de Londres) para "frequentador de pub". Nas letras, o grupo aborda assuntos típicos da cultura punk, como a vida nas ruas ou alguma questão filosófica ou social que os inspire. Entre amigos O momento decisivo para a formação da banda aconteceu em um encontro no ano passado dos amigos Moacir e Caio, também vocalista e guitarrista no Squintz. "Eu conheço o Caio desde 1998 e sempre conversamos sobre ter uma banda com essa proposta. Nos esbarramos num show e tocamos no assunto. Coincidentemente, ele e o Hery, nosso baixista, também estavam pensando em colocar em prática essa ideia." Para completar a formação, o baterista Maurício "Sonic" Andrade foi convocado. Todos os integrantes têm uma longa relação com o underground candango. Caio Braga é guitarrista do Deceivers e Hery Costa, baixista do Innocent Kids. Moa tocou guitarra no Utgard Trolls e Sonic é baterista do Satélite Sonoro. O histórico dos músicos e as suas relações com outras bandas acabaram ajudando o Squintz. O primeiro disco deles está sendo produzido por Jacaré, da paulistana Luta Armada. A cada viagem da banda para São Paulo (onde já se apresentaram duas vezes), eles gravam mais algumas faixas. O CD será lançado pelo selo Casa Punk Records. Para o Porão do rock, a banda promete um set completo. "Vamos tocar todas as nossas músicas e mais dois covers de punk clássico - mas quais são eles vamos manter como surpresa", adianta Moacir. THE SQUINTZ Conheça a banda brasiliense em www.myspace.com/ thesquintz1977. O grupo se apresenta no estacionamento do Ginásio Nilson Nelson em 11 de setembro, dentro do Porão do Rock.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade