Publicidade

Correio Braziliense

Black Eyed Peas leva 12 mil pessoas ao estacionamento do Mané Garrincha


postado em 22/10/2010 22:40 / atualizado em 23/10/2010 20:04

O Black Eyed Peas trouxe a Brasília 50 toneladas de equipamentos(foto: Bruno Peres/CB/D.A Press)
O Black Eyed Peas trouxe a Brasília 50 toneladas de equipamentos (foto: Bruno Peres/CB/D.A Press)

Mais do quem um show para ver, cantar junto e dançar aos som das músicas, a turnê The E.N.D. World Tour 2010, do grupo norte-americano Black Eyed Peas, tem o objetivo de ser um espetáculo grandioso, memorável. E a passagem da banda por Brasília, na noite de sexta-feira (22/10), deixou essa intenção mais do que clara.

Segundo a produção, 12 mil pessoas foram conferir o show. Uma estrutura com 50 toneladas de equipamentos teve de ser montada especialmente para a apresentação. Além dos telões de alta definição posicionados à esquerda e à direita do palco, outros tantos estavam espalhados pelo palco e exibiam, além de closes dos vocalistas will.I.Am, Fergie, apl.de.ap e Taboo, as imagens futuristas que são tema da turnê.

Uma passarela localizada no centro do palco permitia a aproximação dos músicos com os fãs e também a movimentação por ali dos quatro cantores e de suas dançarinas. Talvez a principal novidade tenhham sido os elevadores que traziam o quarteto debaixo do palco para cima.

A qualidade de áudio acompanhou a de visual. Era possível ouvir com nitidez as vozes e o som dos instrumentos. Fergie mostrou que, além de carisma, canta muito bem. Bonita e sensual, ela era só sorrisos, caras e bocas. Deixou muita gente babando com seu rebolado e modelitos que realçavam as formas de seu corpo.

A interação da banda com a plateia se estabeleceu no começo do show, às 21h20, e só terminou quando o grupo deixou o palco, às 23h30. O público respondia a cada afago com gritos, palmas, dançando e pulando. O repertório, como já era esperado, passeou por muitos hits, como Let’s get it started, My humps, Pump it, Don’t lie, Boom boom pow e I gotta feeling.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade