Diversão e Arte

Salas de cinemas do Liberty Mall reabrem as portas com nova identidade

postado em 14/01/2012 13:04
Depois de um tempo desativado, os cinemas do Shopping Liberty Mall serão reabertos para o público a partir de hoje. A nova programação reflete a identidade que a casa pretende assumir de agora em diante, misturando filmes de arte com títulos de caráter comercial. ;A prioridade são os filmes de arte e os brasileiros. Existem bons filmes e maus filmes em todas as frentes. Nossa intenção é selecionar os melhores títulos;, compara o novo proprietário, Nilson Rodrigues. ;O cinema só se realiza quando encontra seu público. Nesse sentido, todo filme deve ser comercial. Se não for comercial não tem por que ter sido feito. Agora, existem os filmes que foram feitos para alcançar um público maior e outros importantes do ponto de vista estético, que têm um nicho de público menor;, filosofa o empresário que também é diretor-geral do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro.

Rebatizado com o nome Cine Cultura Liberty Mall, o espaço exibirá na programação inaugural os filmes Adeus, primeiro amor (Mia Hansen-Love), Triângulo amoroso (Tom Tykwer), Cavalo de Guerra (Steven Spielberg), Sherlock Holmes 2 ; Jogo de sombras (Guy Ritchie) e O espião que sabia demais (Thomas Alfredson). Por enquanto, o placar está favorável para os blockbusters hollywoodianos, com três títulos contra dois. O filme de Spielberg baseado no livro homônimo de Michael Morpurgo narra a história de amizade entre um cavalo e um humano durante os conflitos da Primeira Guerra Mundial. Jogo de sombras é a continuação das aventuras do detetive Sherlock Holmes que ganharam uma roupagem pop sob a direção do inglês Guy Ritchie e têm no elenco a dupla Robert Downey Jr. e Jude Law (Dr. Watson).

O thriller de investigação O espião que sabia demais exibe um elenco de peso com John Hurt, Gary Oldman e Colin Firth. É baseado na obra homônima do escritor inglês John le Carré. Adeus, primeiro amor é o terceiro longa da diretora, roteirista e atriz francesa Mia Hansen-Love. Como indica o título, narra a história de amor entre dois adolescentes. Triângulo amoroso marca o retorno de Tom Tykwer, diretor de Corra, Lola, corra (1998). Desta vez, o alemão narra uma história de amor que receberia o status de ;relacionamento meio enrolado;, por assim dizer. Se detalhássemos melhor a história, poderíamos entregar a graça do filme.

Dentro das quatro salas de projeção foram instaladas novas telas maiores e em altura mais adequada para a visão dos espectadores. Todo o mobiliário foi trocado com a instalação de poltronas novas. Do lado de fora das salas de exibição, o hall e a bomboniere receberam novo acabamento e um espaço lounge onde serão acomodados sofás e poltronas. Do ponto de vista técnico, as projeções poderão ser feitas em digital e película 35mm em todas as salas. O problema da projeção digital escura (uma das marcas do antigo cinema do Liberty) deve ser corrigido, garantiu o empresário. Na contramão de muitos cinemas país afora, o Cine Cultura não fará exibições em três dimensões. O investimento feito por Rodrigues alcançou a cifra de R$ 1,250 milhão, adquiridos por meio de empréstimo no Fundo Constitucional de Financiameto do Centro-Oeste (FCO) do Banco do Brasil.

Cine Cultura Liberty Mall

Shopping Liberty Mall (SCN, Q. 2, Bl. D; 3326-1399). Ingressos: R$ 16 e R$ 8 (meia). Verifique a classificação indicativa e os horários dos filmes no roteiro do Diversão & Arte.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação