Publicidade

Estado de Minas

Beijodrómo da UnB exibe hoje o documentário "As praias de Agnés"


postado em 28/09/2012 08:10 / atualizado em 28/09/2012 09:16

(foto: Filmes da Estação/Divulgação )
(foto: Filmes da Estação/Divulgação )

A interessante escolha do cineclube CineBeijoca, do Beijodrómo da UnB, em realizar uma mostra sobre filme-ensaio recolhe os mastros da objetividade do cinema para se encontrar na fluidez do pensamento. As praias de Agnès, exibição marcada para hoje às 19h, é um filme de memórias da mulher de cinema Agnès Varda.

Se em Os respingadores e a respingadora (2000), Varda nos apresentava o processo de envelhecimento das próprias mãos, neste, a maturidade é uma praia usada como superfície de reflexo para muitos espelhos. As mesmas mãos que escreveram uma cinescritura feita de palavras verbais, pensamento à deriva e subjetividade transbordam em cinema tátil sobre a vida, a passagem do tempo, o fim das utopias.

Leia mais notícias em Diversão & Arte

 

Confira o trailer do filme

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade