Publicidade

Estado de Minas

Embaixatriz do Azerbaijão mostra que fartura marca a culinária do país


postado em 13/12/2012 08:11

(foto: Ronaldo de Oliveira/CB/D.A Press)
(foto: Ronaldo de Oliveira/CB/D.A Press)

Mesa farta de comida simples e saborosa. Essa é, sem dúvida, uma das características do povos que habitam a Eurásia. No coração desse conjunto de países está o Azerbaijão, que teve o desenvolvimento atrelado à exploração do petróleo e sofreu fortes influências culturais das nações fronteiriças. Turquia, Irã, Rússia e Armênia podem ser identificadas em pequenas ações, como no modo de servir e de preparar as receitas. Detalhes e sabores que chegaram a Brasília. A primeira embaixada do Azerbaijão no Brasil abriu as portas na capital e, para demonstrar a felicidade de estar em solo tupiniquim, a embaixatriz Nigar Sultanov foi para a cozinha mostrar como se dá a conquista pelo paladar.

A sabedoria popular sempre destacou que o simples tende a aparecer mais que o extravagante. Nigar segue-a à risca. Objetiva e simpática, a embaixatriz de beleza natural e tímida caminha pela casa ainda vazia no Lago Sul mostrando fotos de diferentes regiões azerbaijanas. O bom português é outro detalhe que chama a atenção. “Eu gosto do Brasil e da língua portuguesa. Por isso, estou aprendendo mais rápido”, justifica a moradora da capital federal há apenas três meses.

Leia mais notícias em Diversão & Arte

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade