Publicidade

Estado de Minas

Museu de Arte de Brasília (MAB) recebe novo projeto de reforma

A Secretaria de Cultura garante que a reforma será estrutural e transformará o MAB em um museu minimamente decente


postado em 11/07/2013 08:04 / atualizado em 11/07/2013 09:19

A licitação para o início das obras deve ocorrer em setembro(foto: Bruno Peres/CB/D.A Press)
A licitação para o início das obras deve ocorrer em setembro (foto: Bruno Peres/CB/D.A Press)

Fechado desde 2007 por determinação do Ministério Público e alvo de sucessivas tentativas de reforma inócuas ao longo dos últimos 30 anos, o Museu de Arte de Brasília (MAB) está novamente na mira do Governo do Distrito Federal (GDF). Um projeto de reforma tocado pela Secretaria de Cultura pretende revitalizar o prédio localizado à beira do Lago Paranoá no Setor de Hotéis e Turismo Norte. São 4.800m² de área construída, cuja nova configuração está sendo preparada por uma comissão de cinco especialistas. Um engenheiro e um arquiteto cedidos pela Casa Civil da Presidência da República são responsáveis pelo planejamento que servirá de base para o projeto executivo da obra.

Leia mais em Diversão & Arte

Atualmente, o acervo de 1.300 peças do MAB está guardado na reserva técnica do Museu Nacional da República. Antes de encontrar espaço adequado, climatizado e monitorado, as obras sofreram com um show de horrores. Durante um tempo, chegaram a ficar guardadas na Galeria Athos Bulcão, hoje uma sala desativada no anexo da secretaria de Cultura. Quando ainda estavam no MAB, antes do fechamento, padeciam em uma reserva técnica inadequada. Goteiras, umidade e excesso de exposição às intempéries destruíram algumas obras, que precisaram ser restauradas. Um quadro de Tomie Ohtake apareceu rasgado, e uma série de fotografias de Claudia Andujar colaram umas nas outras.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade