Publicidade

Estado de Minas

Banda Bad Salad é escolhida para participar do festival Progressive Nation

O grupo foi criado em 2007 com a participação dos amigos Caco Gonçalves (baterista) e Marcelo Seabra (guitarrista)


postado em 16/01/2014 08:42 / atualizado em 16/01/2014 10:01

O grupo possui mais de 6,5 mil inscritos em canal de vídeos(foto: João Luiz Lima/Divulgação)
O grupo possui mais de 6,5 mil inscritos em canal de vídeos (foto: João Luiz Lima/Divulgação)

A Bad Salad, banda de rock e metal progressivo de Brasília, foi a única do país a ser escolhida para compor o line-up do maior festival da categoria, Progressive Nation. O evento, organizado pelo baterista Mike Portnoy para fortalecer o gênero, está na quarta edição e terá 23 bandas escolhidas pelo idealizador do projeto, além de três escolhidas entre 180 em um concurso para as últimas vagas, caso do grupo da capital federal.

Crescidos em um ambiente musical — pai e mãe são médicos e formam uma roda de samba com amigos e colegas de profissão há mais de três décadas — e alfabetizados em Toronto, no Canadá, os irmãos Thiago e Felipe Campos — o primeiro, guitarrista; o segundo, baixista — desde cedo estiveram em contato com instrumentos e a língua inglesa, dois elementos fundamentais para a banda. Em 2007, com a participação dos amigos Caco Gonçalves (baterista) e Marcelo Seabra (guitarrista), deram início ao projeto que veio desembocar na banda Bad Salad.

Leia mais notícias em Diversão & Arte


E foi no mesmo ano, em uma das reuniões aos domingos que faziam à época, que o nome surgiu. Sentados para debater o futuro do projeto, Thiago lançou a pergunta de como comporiam. A reação de todos os outros foi dizer que, como já estava definido o estilo musical e o idioma, cada um faria uma parte e juntariam tudo ao fim. “Descontente, questionei: ‘É isso? Vai ser uma grande salada de m., então. Ou melhor uma Bad salad, recorda o músico. Os encontros, depois, eram sempre marcados em tom de brincadeira: “Quando é a próxima sessão da Bad Salad?”. A alcunha pegou e permaneceu até hoje.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade