Publicidade

Estado de Minas

Criadores do canal Só 1 Minuto comemoram 10 anos de colaboração

Enquanto o parceiro Flávio Nardelli se aventura pelos bastidores da produção, Bernardo faz questão de encarar a câmera e o público de frente


postado em 05/02/2014 09:03 / atualizado em 05/02/2014 09:57

Flavio Nardelli e Bernardo Felinto, responsáveis pelo canal de comédia Só 1 Minuto(foto: Paula Rafiza/Esp. CB/D.A Press)
Flavio Nardelli e Bernardo Felinto, responsáveis pelo canal de comédia Só 1 Minuto (foto: Paula Rafiza/Esp. CB/D.A Press)

O ensino médio ainda rondava os então adolescentes e amigos de infância Bernardo Felinto e Flávio Nardelli quando eles investiram no teatro profissional pela primeira vez. A empreitada que marcou a estreia da dupla no palco era uma peça dramática, escrita e montada para o pequeno espaço do Sesc da 504 Sul. Chamaram a atenção. Com apenas 18 anos, os dois sentiram que as artes cênicas eram um campo a ser explorado. E assim o fizeram, embora tenham trilhado caminhos diferentes.

Leia mais notícias em Diversão & Arte

Com formação em cinema, na Itália, Flávio sempre preferiu as coxias. Atua na produção, direção e escrita de alguns roteiros. Bernardo, ao contrário, tornou-se cria do Departamento de Artes da UnB e nunca mais saiu do palco. Juntos, eles formam um das mais bem- sucedidas duplas da capital. Na internet, comemoram 2 milhões de visualizações do canal Só 1 Minuto, enquanto no teatro, experimentam uma longa temporada com Como não arruinar seu relacionamento.

Teatro

Como não poderia deixar de ser, foi a comédia que empurrou a carreira da dupla. Nos moldes da companhia Os Melhores do Mundo, de quem são fãs declarados, os dois se juntaram a uma amiga atriz para fundar o grupo De 4 é Melhor. Acabaram colaborando para o cenário da comédia local por meio de algumas peças, como a badalada Não durma de conchinha.


Assista ao vídeo do canal Só 1 minuto

 

 

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade