Publicidade

Estado de Minas

Exposição fotográfica mostra trabalhos técnicos de fiscalização ambiental

A mostra fotográfica também tem como objetivo aproximar mais o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) do público


postado em 14/09/2014 13:49

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) está com a mostra de fotografia O Analista Artista – Uma Visão Além da Análise Técnica aberta à visitação pública até 12 de outubro, em Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro. O objetivo do Inea é apresentar o meio ambiente sob ponto de vista diferente, não apenas relacionado à degradação ambiental, mas também sob a ótica do trabalho diário da vistoria e fiscalização realizadas pelos técnicos na região, de modo a encurtar a distância focal entre o homem e o meio ambiente.

Para o instituto, a exposição fotográfica, com entrada gratuita, apresenta o trabalho realizado por dez técnicos que fotografaram vários ângulos da cidade e cercanias com um objetivo em particular, e as fotos foram escolhidas por critérios como enquadramento, foco, iluminação, assunto e beleza das imagens capturadas. O destaque é o Rio Piabanha, com seus 80 quilômetros de extensão.

Leia mais notícias em Diversão e Arte

De acordo com o superintendente da região hidrográfica do Piabanha, Marcos Lima, a mostra fotográfica é importante para aproximar mais o Inea do público, focando a educação ambiental. “Buscamos não mostrar apenas as atividades do dia a dia dos analistas ambientais sobre fiscalização e denúncias, mas também o lado verde da questão ambiental e as paisagens aqui existentes. Por isso, resolvemos reunir o acervo fotográfico, que reúne imagens feitas há três meses, e nem sempre são percebidas pela população”, ressaltou.

A bióloga Fernanda Pedroza, uma das fotógrafas participantes da exposição, considera a ação positiva. Segundo ela, a mostra não diz respeito apenas às atividades rotineiras da superintendência, como fiscalização, desmatamento e esgoto presente nos rios, mas também "apresenta outro lado, uma questão particular, durante um dia de trabalho, [ao se] verificar uma cena que chame a atenção e ter aquela vontade de registrá-la, imediatamente, e guardar para levar para casa e mostrar aos familiares e amigos para que tenham a possibilidade de conferir a beleza e perfeição da natureza”.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade