Publicidade

Estado de Minas

Cinema independente quer exibir A Entrevista

Longa foi suspensos após ameaças terroristas de grupo norte- coreano


postado em 23/12/2014 14:20



A rede de cinema independente Art House Convergence pediu autorização à Sony para exibir o filme A Entrevista, que tem causado polêmica na indústria cinematográfica. Em carta aberta aos executivos da produtora, o diretor da rede, Russ Collins, solicitou a permissão para colocar o longa na grade de programação, que tem cerca de 250 salas nos Estados Unidos, ou fazer uma exibição especial, sem fins lucrativos. “Nós estamos solidários com o ataque implacável que a companhia sofreu e queremos ajudar da nossa pequena mas poderosa forma”, pediu.

Quem também se manifestou contra o cancelamento da exibição do filme foi o ator Geroge Clooney. Ele defendeu o estúdio, e lançou uma petição, junto com seu agente Bryan Lourd, solicitando que a indústria se unisse contra os ataques. Entretanto, o astro não conseguiu nenhuma assinatura e afirmou que o motivo foi o medo que paira sobre os executivos de Hollywood. "Eu não vou dar nomes aqui, mas ninguém quis assinar à carta", contou em entrevista ao site Deadline.

Clooney defende que o filme tem que ser lançado de qualquer jeito, e tem que ser disponibilizado para a população de alguma forma, mesmo que seja em DVD. "Façam o que puder para lançar esse filme. Não porque todo mundo tenha que ver, mas porque ninguém vai me dizer que eu não posso assisti-lo. Essa é a parte importante".

O lançamento do filme foi cancelado essa semana, após um grupo de hackers, que se autodenominam Guardiões da Paz, entrou no sistema da Sony e ameaçou realizar ataques terroristas nos locais que exibissem a comédia estrelada por Steh Rogen e James Franco. O principal motivo, seria de que o filme ridiculariza o líder norte-coreano Kim Jong-un, e que ele seria alvo de um assassinato no roteiro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade