Publicidade

Estado de Minas

Filme Superpai estreia nesta quinta-feira com Danton Mello no elenco

O longa de Pedro Amorim conta com participação de Dani Calabresa e Giselle Itié


postado em 26/02/2015 08:05 / atualizado em 25/02/2015 16:16

Danton Melo no filme Superpai: história com começo, meio e fim(foto: Universal/Divulgaçao)
Danton Melo no filme Superpai: história com começo, meio e fim (foto: Universal/Divulgaçao)

São Paulo — Um tema de superação para um superpai, numa "comédia nada família", como alerta a publicidade, se desenvolve na estreia de hoje nos cinemas. "Quando li o roteiro, vi situações bem engraçadas, mas este filme poderia ser um drama, em caso de o pai, na trama, não encontrar o filho. Além das situações divertidas, ainda existe a mensagem do amor e do desespero de um pai perder o filho, e de ele ir até o limite, pelo reencontro", observa o ator Danton Mello, protagonista do filme, no papel de Diogo.

Confira os horários de exibição no cinema

Entre humoristas da categoria de Dani Calabresa, Danilo Gentili, Rafinha Bastos, Mônica Iozzi e Antonio Tabet, Danton procurou ajuste natural. "Sou um cara superfamília, louco pelas minhas duas filhas. Quando recebi o roteiro, vi o sonho da minha vida: fazer uma história que tem título de Superpai. Acho que humanizei o personagem, ao trazer a emoção que talvez um comediante não tivesse. Quis trazer algo bem verdadeiro para o personagem", analisa.



Adaptado de inédito roteiro norte-americano, Superpai, dirigido por Pedro Amorim, jogou para áreas paulistanas do Morumbi, Pompeia, Lapa e Centro, filmagens que, no original, requisitariam até estádio de futebol americano. "Comédia serve como reflexo cultural. No Brasil, a gente está reencontrando as palavras, nos roteiros de humor", observa Amorim que, brasiliense, teve dois grandes mestres, dentro de casa: o ex-chanceler Celso Amorim, pai dele, e o irmão, Vicente.

Filho de diplomata, Pedro teve oportunidade de assimilar referências do mundo inteiro, mas optou por foco único na fita: "Quis contar uma história benfeita, cinematograficamente".

O repórter viajou a convite da Universal.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade