Publicidade

Estado de Minas

Show Abraçar e agradecer celebra 50 anos de carreira de Maria Bethânia

A cantora inicia nesta sexta-feira a programação da turnê nacional


postado em 04/03/2015 08:02 / atualizado em 03/03/2015 16:39

Maria Bethânia apresentará sucessos e canções desconhecidas do grande público(foto: Alexandre Moreira/Divulgação)
Maria Bethânia apresentará sucessos e canções desconhecidas do grande público (foto: Alexandre Moreira/Divulgação)
Ao longo de 50 anos de carreira, Maria Bethânia acumulou um rico e diversificado acervo de sucessos. São autênticas pérolas do nosso cancioneiro, responsáveis por tornar marcantes diferentes momentos da trajetória da grande diva da música popular brasileira. Desde meados da década de 1960, quando surgiu na cena nacional, até os dias atuais, a cantora, criteriosamente, assumiu total controle sobre o seu repertório.

Em algum disco, ou show, ela pode até ter incluído uma ou outra canção que, a princípio, não tenha merecido a aprovação da crítica. Bastou, porém, ouvi-la interpretar, para que o conceito se modificasse. Já os fãs — esses não —, de imediato, se deixaram arrebatar, ouvindo-a soltar a voz poderosa, usada para cantar o romantismo, as coisas do Brasil e temas de conteúdo político-social.



No show Abraçar e agradecer, em que celebra essas cinco décadas de caminhada vitoriosa, Bethânia é dirigida por Bia Lessa — a mesma de espetáculos como Carta de amor, Festa e devoção e Dentro de mar tem rio. Mas, tomou para si a construção do roteiro. Nele, há a presença de clássicos, que ajudou a imortalizar, entre os quais Dindi (Tom Jobim e Aloysio de Oliveira), Oração a Mãe Meninha (Dorival Caymmi), Tatuagem (Chico Buarque), A tua presença (Caetano Veloso), Começaria tudo outra vez (Gonzaguinha) e Brincar de viver (Guilherme Arantes), que canta ao vivo pela primeira vez.

Depois de estrear, há dois meses, no Rio de Janeiro, Abraçar e agradecer inicia por Brasília a turnê nacional, ao ocupar o auditório Master do Centro de Convenções Ulysses Guimarães nesta sexta-feira, às 21h. Durante quase duas horas, o público ouvirá, também, músicas que foram compostas para a Abelha Rainha por Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro, Chico César, Suely Costa e Roque Ferreira.

Abraçar e agradecer
Show de Maria Bethânia e banda, com direção de Bia Lessa, sexta-feira, às 21h30, no auditório master do Centro de Convenções Ulysses Guimarães (Eixo Monumental). Ingressos esgotados. Não recomendado para menores de 16 anos.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade