Publicidade

Estado de Minas

Cantora portuguesa Carminho sensibiliza críticos e público no disco 'Canto'

O álbum da artista traz interpretações do novo fado


postado em 26/03/2015 09:10 / atualizado em 26/03/2015 09:19

(foto: Leo Aversa/Divulgação)
(foto: Leo Aversa/Divulgação)

Desde Amalia Rodrigues nenhum artista da música portuguesa angariou tanto prestígio no Brasil quanto Carminho. Essa conquista da cantora e compositora não foi imediata. Pouco a pouco, com sua voz e seu carisma, ela sensibilizou nomes consagrados da MPB, críticos e o público. Entre os que já a ouviram, dificilmente há quem deixe de tecer elogios ao timbre a interpretação da nova fadista.

Fadista, sim, embora seu leque de interesses seja bem amplo, ao mostrar-se aberta a diferentes estilos musicais, indo da MPB de Chico Buarque, Caetano Veloso e Milton Nascimento ao rock inglês do Queen e do REM. “Desde criança, ouvia música popular brasileira, pois havia muitos discos de cantores daí na estante dos meus pais. Eles tinham muita admiração por Elis Regina”, lembra, em entrevista ao Correio, por telefone, para divulgar Canto seu terceiro CD.

Sem pudor, ela conta que em 2007, aos 21 anos, quando esteve no Rio de Janeiro pela segunda vez, ficou sabendo que o Chico Buarque costumava frequentar a pizzaria Capriciosa, em Ipanema. “Aí, passei a ir àquele lugar para ver se o encontrava. Mas não o vi em nenhuma das vezes. Era uma atitude fã, mesmo. À época, eu já cantava, mas não como profissional”, revela Carminho, falando de Lisboa, em entrevista por telefone.


Canto
CD de Carminho, com 14 faixas. Lançamento da Som Livre. Preço sugerido: R$ 22,90.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade