Publicidade

Estado de Minas

Cristiano Araújo é enterrado sob forte comoção em cemitério de Goiânia

Mais de 15 mil pessoas acompanharam o enterro; velório reuniu 50 mil


postado em 25/06/2015 11:58 / atualizado em 25/06/2015 13:55

Funcionários do cemitério cobrem caixão: pai do cantor acompanhou cerimônia até o final(foto: Breno Fortes/CB/DA Press)
Funcionários do cemitério cobrem caixão: pai do cantor acompanhou cerimônia até o final (foto: Breno Fortes/CB/DA Press)


Goiânia - Lágrimas, gritos, aplausos e muita comoção marcaram o sepultamento do cantor goiano Cristiano Araújo, 29 anos, e da namorada dele, Allana Coelho Pinto de Moraes, 19. Os enterros ocorreram na manhã desta quinta-feira (25/6), no Cemitério Jardim das Palmeiras, no Setor Centro Oeste de Goiânia e reuniram cerca de 15 mil pessoas. O cortejo, que começou às 10h30, saindo do Centro Cultural Oscar Niemeyer, atraiu milhares de pessoas pelas ruas da capital goiana. Foram necessários ao menos três caminhões e uma viatura para acomodar as dezenas de coroas de flores.

(foto: Breno Fortes/CB/DA Press)
(foto: Breno Fortes/CB/DA Press)

O corpo de Cristiano chegou ao cemitério às 11h30. Os fãs se aglomeravam dentro e fora do local, na esperança de ver pela última vez o ídolo. A mãe, Zenaide Melo, passou mal e precisou ser carregada. Todos cantaram músicas religiosas e um dos sucessos do cantor, a música “Efeitos”. Ao meio-dia, os funcionários baixaram o caixão. O pai do cantor, João Reis, ficou sentado ao lado da cova, aos prantos, e precisou ser amparado por familiares. Às 12h15, a família deixou o cemitério, amparada pelos amigos, enquanto dezenas de coroas de flores continuavam a chegar.

A família de Allana se despediu da jovem momentos antes. O enterro do casal estava previsto para ocorrer simultaneamente, mas a decisão foi mudada de última hora e a sepultaram antes, por volta das 10h30. Uma forte salva de palmas e momentos de silêncio marcaram o momento, reservado apenas aos familiares e amigos dela. O corpo havia sido retirado do centro cultural pouco depois das 6h de hoje.

O velório de Cristiano e Allana começou na tarde de quarta-feira (24/6), quando os corpos chegaram, mas desde a manhã muitos se aglomeraram na entrada, cantando músicas do cantor. Nas primeiras horas do velório, apenas amigos e familiares se reuniram, e depois o espaço foi aberto ao público. A cerimônia prosseguiu por toda a madrugada. Os caixões ficaram abertos, um ao lado do outro, dentro do Palácio da Música. A passagem dos fãs foi rápida, já que uma multidão aguardava em uma longa fila do lado de fora.

Ver galeria . 26 Fotos O cantor sertanejo Cristiano Araújo, de 29 anos, e a namorada Allana Coelho Pinto de Moraes, de 19, morreram em um trágico acidente, na madrugada desta quarta-feira (24/6), em GoiásReprodução
O cantor sertanejo Cristiano Araújo, de 29 anos, e a namorada Allana Coelho Pinto de Moraes, de 19, morreram em um trágico acidente, na madrugada desta quarta-feira (24/6), em Goiás (foto: Reprodução )


Vários artistas compareceram à cerimônia, como Guilherme, da dupla com Santiago, Mariano, da dupla com Munhoz, Thiago Brava, Israel Novaes, a dupla Thaeme e Thiago, o ex-BBB Yuri Fernandes, entre outros. Mariano chegou a comentar que sentirá muita falta do cantor, principalmente do bom humor. “O sorriso dele era contagiante”, lembra. O cantor Leonardo e a dupla Jorge & Mateus foram ao velório durante a madrugada de hoje. Foram os únicos famosos que puderam se despedir próximos aos caixões. Leonardo chegou por volta de 1h30 e ficou até as 3h. No fim da noite, Bruno, da dupla com Marrone, também compareceu para o adeus.

Leia mais notícias em Diversão & Arte

Entenda
O casal morreu na manhã de ontem, após sofrer um grave acidente de carro durante a madrugada, no km 614 da BR-153, entre os municípios de Goiatuba, Morrinhos e o trevo de Pontalina, em Goiás. O cantor e a namorada voltavam de um show na cidade de Itumbiara, no sul do estado e a 200km de Goiânia, junto ao segurança Ronaldo Ribeiro, que dirigia a Range Rover, e o empresário Victor Leonardo.

O veículo, uma Range Rover, saiu da pista e capotou no canteiro central, por volta das 3h, de acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Com a violência do acidente, o corpo da jovem foi arremessado para fora do veículo. Ela morreu no local. Cristiano foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado ao Hospital Municipal de Morrinhos, em estado grave. Em seguida foi transferido em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Móvel até a capital, foi levado de helicóptero para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), mas já chegou sem vida, de acordo com o diretor da unidade. A notícia da morte do cantor foi confirmada pouco depois das 8h.

O segurança Ronaldo Ribeiro, que dirigia o veículo, e o empresário Victor Leonardo, tiveram apenas ferimentos leves. Eles foram inicialmente levados ao Hospital Municipal de Morrinhos e, depois, transferidos ao Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG), onde permanecem internados. O motorista e segurança do cantor, Ronaldo Miranda, está internado na unidade de terapia intensiva sem ajuda de aparelhos. Já o empresário, Vítor Leonardo da Silva Ferreira, sofreu escoriações leves na face e nos membros inferiores e superiores.

Investigação
A causa da morte de Cristiano Araújo foi hemorragia interna no abdômen, de acordo com o gerente do Instituto Médico-Legal de Goiânia, Marcellus Arantes. "Diversos vasos sanguíneos se romperam no abdômen em decorrência do choque", explicou. O cantor também sofreu fraturas no ombro, nas pernas, nos braços e crânio.

A Polícia Civil já solicitou um laudo cadavérico das vítimas fatais e foi feita perícia no local do acidente, para tentar esclarecer as circunstâncias do acidente. As análises devem apontar se Cristiano e Allana usavam ou não o cinto de segurança. O veículo ficou totalmente destruído. Segundo a PRF, a pista onde ocorreu a capotagem está em bom estado de conservação. Cristiano deixa dois filhos, João Gabriel e Bernardo.

História de sucesso
Cristiano Melo Araújo nasceu em Goiânia, em 24 de janeiro de 1986. Cantor, instrumentista e compositor de música sertaneja, ele teve contato com música desde criança. De acordo com a biografia publicada no site oficial do cantor, Cristiano ganhou o primeiro violão aos seis anos e aos nove começou a fazer as primeiras apresentações públicas.

A primeira composição surgiu quando o cantor tinha apenas 10 anos. Desde então, ele foiu procurado por artistas interessados nas letras que escrevia. O primeiro CD veio aos 13 anos, com cinco faixas. Em 2010, Cristiano resolveu seguir carreira solo, preparando a gravação de um CD e um DVD com participações de vários artistas.

Em janeiro de 2011, o projeto foi concretizado, com ajuda de grandes cantores e amigos, como Jorge (da dupla Jorge e Mateus), Gusttavo Lima, Humberto e Ronaldo, entre outros. Algumas canções se transformaram em hits, como “Bará bara” e “Você mudou”, uma versão de "Making love out of nothing at all", do Air Supply. Outras músicas também compõem o repertório de sucesso do cantor, como "Efeitos", “Mente pra mim”, "Maus Bocados" "É com ela que eu estou", “Hoje eu tô terrível” e “Maus bocados”.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade