Publicidade

Estado de Minas

"Fui a primeira negra em Hollywood", afirma Kathleen McGhee no Latinidades

A roteirista norte-americana falou sobre a sua experiência na indústria cinematográfica durante o Festival Latinidades


postado em 22/07/2015 18:10 / atualizado em 22/07/2015 18:11

(foto: Adriana Izel/CB/D.A Press)
(foto: Adriana Izel/CB/D.A Press)


A norte-americana Kathleen McGhee Anderson debateu, nesta quarta-feira (22/7) durante o Festival Latinidades no Cine Brasília (106/107 Sul), o cinema negro. A roteirista fez parte da mesa Afinal, o qie é cinema negro, ao lado da cineasta Larissa Fulana de Tal e da pesquisadora Janaína Oliveira.

Kathleen está há 35 anos na indústria cinematográfica internacional. "Tive que trabalhar o meu caminho ao invés de seguir algo que já existia. Porque eu fui a primeira roteirista negra em Hollywood", lembrou.

Seu primeiro roteiro foi escrito aos 10 anos e começou a produzir filmes e produções televisivas após estudar na Universidade de Columbia, nos Estados Unidos. Os trabalhos de Kathleen tem como foco o chamado 'cinema negro'. "Essa pergunta 'afinal, o que é cinema negro?' parece autoexplicatica: é cinema feito por negros para negros. Mas é triste ter que estabelecer uma divisão pela cor de pele. Isso já o define como diferente", lamentou.

A roteirista ainda disse que sempre teve vontade de refletir e retratar a sua realidade. "Não podemos aceitar que o mainstream nos defina. Imagens no cinema e nos filmes são poderosas. Temos que contar histórias que abram portas", defendeu.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade