Publicidade

Estado de Minas

Pianista Luís Fabiano Rabelo estreia no palco do Clube do Choro

Sobrinho de Raphael Rabello, ele trará obras de Radamés Gnattali


postado em 25/07/2015 08:00

Luís Fabiano Rabelo pertence a uma família musicalíssima. O tio Raphael Rabello deixou importante legado para a MPB e transformouse em referência o violão 7 cordas no país. A tia Luciana Rabello, cavaquinista destacada, é diretora da Escola Portátil de Música e da Casa do Choro, no Rio de Janeiro.

Luís Fabiano Rabelo celebra a importância de levar a música de compositores brasileiros à Europa(foto: Henrique Sodre/Divulgacao)
Luís Fabiano Rabelo celebra a importância de levar a música de compositores brasileiros à Europa (foto: Henrique Sodre/Divulgacao)


Mas não é só. Ele é sobrinho, também, de Amélia Rabelo, que desenvolve elogiado trabalho como cantora; e tem como primos o violonista João Rabelo e a cantora Beatriz Rabelo, filhos da tia Lila com o mestre Paulinho da Viola. Só que, ao contrário dos parentes, todos ligados à música popular, Luís Fabiano é reverenciado como pianista clássico.

Leia mais notícias em Diversão e arte

Radicado na Europa há oito anos, estudou no Conservatório Tchaikovsky de Moscou e se formou com grau máximo. Nas últimas temporadas, o pianista tem apresentado concertos em países como Alemanha, França, Itália, Espanha e Portugal. Mas é na Holanda — onde se fixou, atuando como professor do Conservatório de Rotterdam, e do qual, anteriormente, foi aluno — que mais tem trabalhado.

Sempre que volta ao Brasil, Luís Fabiano participa como solista de concertos de várias orquestras. Neste fim de semana, ele está em Brasília — cidade em que moram os pais —; e hoje, às 21h, vai exibir seu talento em recital no Espaço Cultural do Choro. “Esta é primeira vez que me apresento no Clube do Choro. É motivo de muita alegria, até porque dessa instituição faz parte a Escola Brasileira de Choro que leva o nome do meu tio Raphael Rabello”, comemora.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade