Publicidade

Estado de Minas

Designer carioca faz colagens de negros famosos em pinturas renascentistas

Projeto #NobreNegro procura discutir o racismo e a imagem do negro na sociedade. Artista "pintou" Joaquim Barbosa, B Negão, entre outros.


postado em 03/02/2016 17:27 / atualizado em 04/02/2016 15:24

O artista troca digitalmente o rosto dos personagens por personalidades negras, como Sharon Menezzes(foto: Alberto Perreira)
O artista troca digitalmente o rosto dos personagens por personalidades negras, como Sharon Menezzes (foto: Alberto Perreira)

As belas pinturas renascentistas que estudamos nas escolas e vemos em museus mostram, normalmente, paisagens, retratos ou nobres interagindo com a natureza. Todas têm uma coisa em comum: os personagens são sempre brancos, europeus. O projeto #NobreNegro, do desginer carioca Alberto Pereira, substitui os nobres por personalidades negras brasileiras.

O que começou com uma curiosidade de ver a foto do MC Catra em roupa de imperador, ganhou corpo de projeto quando Pereira fez uma colagem de Sandra de Sá, que não apenas curtiu, como compartilhou em suas redes a imagem. "O papel da Sandra foi fazer com que eu focasse na verdade, que enxergasse aquilo sem ser só uma brincadeira", lembrou o artista.

A proposta é simples: fazer uma colagem, digitalmente, através do programa de edição, de famosos negros no lugar de pessoas da alta sociedade europeia, dos séculos XVI e XVII. As imagens brincam com fotos de Cartola, Jorge Ben Jor, Sharon Menezzes, Carol Konka, Joaquim Barbosa, dentre outros.


Hoje é dia de Preta, Preta Nobre %uD83D%uDC51 @pretagil #negronobre #pretagil #albertopereira

Uma foto publicada por Alberto Pereira (@albertopereira) em


Nego julga muito! #negronobre #collageart #collagestyle #justiça #transparencia #albertopereira

Uma foto publicada por Alberto Pereira (@albertopereira) em



“O objetivo é mostrar a participação fundamental do povo negro na história da cultura brasileira, uma sociedade ainda cheia de preconceitos sociais, racismo e desigualdade, assumindo papeis de protagonistas em pinturas clássicas”, explica o artista em site oficial. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade