Publicidade

Estado de Minas

Canal humorístico Só 1 Minuto faz sucesso entre brasilienses

Nos vídeos, os personagens Ághata e Bernardo retratam temas do cotidiano


postado em 04/02/2016 07:30 / atualizado em 04/02/2016 10:28

(foto: Felipe Barreira/ Divulgação)
(foto: Felipe Barreira/ Divulgação)


Criado em Brasília há três anos, o canal humorístico Só 1 Minuto faz sucesso entre os brasilienses com histórias cotidianas de dois personagens: o casal Ághata e Bernardo. A mais nova websérie do grupo, dividida em três capítulos, tem como temática central os classificados do Correio Braziliense e foi batizada de “Os desclassificados”. “A ideia é ampliarmos a faixa etária de público com um produto que é a principal ferramenta de compra e venda local e faz parte da história dos brasilienses”, destaca o produtor executivo do canal humorístico, Tony Rangel. O episódio mais recente da websérie estará disponível hoje no canal, que alcançou a marca de 16,5 milhões de visualizações e recebe, semanalmente, mais de 170 mil inscrições de internautas. Com apenas seis dias de exibição, o primeiro capítulo da websérie ultrapassou 17 mil visualizações.

A história da websérie, além de contar com Ágatha e Bernardo, traz a participação do personagem Frango. Os três usam os classificados do jornal como uma ferramenta para “pregar peças”, interpretando os textos dos anúncios com muito humor.

Além do formato tradicional impresso, os classificados serão abordados na plataforma digital, como tablets e smartphones. “Não falaremos apenas da importância desses anúncios, mas sim sobre a importância da evolução dos classificados para as novas gerações de leitores do Correio”, destaca Diego Brandão, diretor de Arte do canal. Ele acredita na grande influência dos canais de internet na tevê aberta. “O YouTube virou um palco virtual para novos artistas. Por isso que há tantos atores em novelas vindos de projetos da internet. Antes, a tevê influenciava a internet, agora é web que influencia a TV.”, completa Brandão, que enxerga na interatividade uma possibilidade de
retorno imediato do público.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade