Publicidade

Estado de Minas

Rodrigo Santoro e Rodrigo Lombardi são rivais em Velho Chico

nova novela da Globo estreia no dia 14 de março


postado em 25/02/2016 09:22 / atualizado em 25/02/2016 09:26

(foto: V Globo/Divulgação)
(foto: V Globo/Divulgação)
 

 

Velho Chico se distancia das metrópoles e resgata a temática rural no horário nobre. Escrita por Edmara e Bruno Barbosa, com supervisão de Benedito Ruy Barbosa, a nova novela das 21h da Globo será conduzida pela rivalidade entre famílias, assunto abordado em novelas rurais do passado como Renascer (1993) e O rei do gado (1996), do mesmo autor. Marcadas pela ambição por terras, as desavenças entre os Sá Ribeiro - leia-se o coronel Jacinto (Tarcício Meira) e o filho Afrânio (Rodrigo Santoro) - e o capitão Ernesto (Rodrigo Lombardi) conduzem a trama central da obra, que estreia no dia 14 de março.


Em meio ao conflito, o romance entre Maria Tereza (Isabella Aguiar, Júlia Dalavia e Camila Pitanga) - neta de Jacinto e filha de Afrânio - e Santo (Renato Góes e Domingos Montagner) se torna proibido, já que ele é protegido de Ernesto. Miguel, personagem de Gabriel Leone, nasce fruto desse amor, mas cresce sem saber quem são os pais verdadeiros. Ao descobrir, ele se rebela contra o pai. No contexto, a transposição do Rio São Francisco será pano de fundo do embate entre eles.

Cerca de 70% do elenco é formado por atores nordestinos. A primeira fase foi filmada em cidades do Rio Grande do Norte, de Alagoas e da Bahia banhadas pelo Rio São Francisco. Pernambuco será representado pelos atores Irandhir Santos e Renato Góes, além do compositor Maciel Melo. O primeiro será Bento na segunda fase, irmão de Santo, personagem de Renato Góes na fase jovem. Já o terceiro viverá um repentista e contracenará com Xangai, parceiro de décadas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade