Publicidade

Estado de Minas

'Daredevil' estreia hoje com dois novos personagens, Justiceiro e Elektra

A segunda temporada da série da Netflix promete ampliar as tramas do seriado


postado em 18/03/2016 07:30

Segunda temporada terá 13 episódios(foto: Netflix/Divulgação)
Segunda temporada terá 13 episódios (foto: Netflix/Divulgação)
 

Buenos Aires - Depois de uma estreia bastante comentada, a série Daredevil (mais conhecida no Brasil como Demolidor) chega à segunda temporada. Os 13 episódios da sequência estão disponíveis a partir desta sexta-feira (18/3) no serviço de streaming Netflix.

Com a expectativa do público em alta, os produtores Marco Ramirez e Douglas Petrie tinham uma missão a cumprir na hora de produzir a sequência da história que gira em torno do advogado cego Matt Murdock (Charlie Cox), que à noite resolve colocar uma máscara e salvar Hell's Kitchen de vilões como Wilson Fisk.

Após contextualizar o público do herói e contar como ele se tornou um vigilante, a aposta na segunda temporada ficou por conta da maior aproximação das tramas das histórias em quadrinhos trazendo dois personagens icônicos Frank Castle, o Justiceiro, e Elektra.

Sem muitos spoilers, confira abaixo o que Jon Bernhal (Justiceiro) e Elodie Yung (Elektra) contaram ao Correio sobre seus personagens. Cada um aparece pela primeira vez no primeiro e no quarto episódio, respectivamente.

Justiceiro
Jon Bernhal: "É um personagem icônico. É importante saber que esse Frank Castle que aparece ainda não é o Justiceiro. Ele acabou de voltar da guerra e sofreu a perda da filha e da esposa, que foram mortas na frente dele. Ele não pensa em moralidade. Ele vive um pesado. Ele está em uma missão pessoal."

Inspiração nas HQs
Jon Bernhal: "Eu nunca tinha lido os quadrinhos do Justiceiro, mas para o papel eu li. Eu viajava e sempre ia às lojas para comprar as revistas. Mas a preparação ainda teve uma parte física, um treinamento físico e emocionalmente. Isso é uma parte legal do trabalho, algo que me inspira."

Encarnação da personagem


Elodie Yung: "Eu não vi (o filme Elektra, com Jennifer Garner). Também não quis ver. Eu queria fazer uma nova Elektra. Eu li as histórias em quadrinhos depois que entrei para o elenco. Lá você tem acesso a muito material. Ela tem uma história densa, a questão da relação com o pai... Era preciso entender isso e também a relação com Matt Murdock."

* A repórter viajou a convite da Netflix

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade