Publicidade

Estado de Minas

Em novo disco, Guinga se reafirma como queridinho das mulheres

O disco Mar afora foi gravado em parceria com com a portuguesa Maria João


postado em 21/03/2016 07:05

Convite para gravar Mar afora partiu do produtor alemão Peter Finger, durante estada na Europa(foto: Careimi Ludwig Assmann/Divulgação)
Convite para gravar Mar afora partiu do produtor alemão Peter Finger, durante estada na Europa (foto: Careimi Ludwig Assmann/Divulgação)
 

Carlos Althier de Souza Lemos Escobar sempre foi cantado pelas mulheres. Explica-se: Guinga —  apelido que ganhou na infância —,  é reverenciado no Brasil e no exterior pelo seu talento de compositor e violonista, e tem canções gravadas por cantoras pouco conhecidas, estrelas da MPB e até intérpretes internacionais.

Em seu trabalho mais recente, o álbum Mar afora, por exemplo, ele divide a interpretação nas 12 faixas com a jazzista portuguesa Maria João. Criações de sua autoria podem ser ouvidas, também, nas vozes de Elis Regina, Clara Nunes, Elza Soares, Mônica Salmaso, Miúcha, Leila Pinheiro, Fátima Guedes e Esperanza Spalding.

“Conheci o trabalho de Maria João por meio dos discos que ela gravou com o pianista Mário Laginha, que foi marido dela. Depois a ouvi ao vivo num show na praia de Ipanema (Rio de Janeiro) cantando música brasileira, como convidada num show de Gilberto Gil”, lembra. “Há quatro anos, o produtor Luis Carlos Pavan fez contatos com ela e a convidou para se apresentar comigo no Sesc Pompeia, em São Paulo”, acrescenta.

Depois, os dois fizeram mais alguns concertos no Brasil e na Europa. O mais recente foi em agosto do ano passado, durante o Ystad Sweden Jazz Festival, na Suécia, do qual tomaram parte, entre outros, o bandolinista brasileiro Hamilton de Holanda e a cantora norte-americana Dianne Reeves. Durante a estada na Europa, Guinga e Maria João foram convidados pelo produtor alemão Peter Finger para gravar um CD que viria a se chamar Mar afora.

 

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade