Publicidade

Correio Braziliense

João Almino está entre os finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura

Protagonista do livro do autor é adolescente brasiliense encantado com a Primavera Árabe


postado em 03/08/2016 11:02

 

 

João Almino está entre os finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura(foto: Pio Figueroa/Divulgação)
João Almino está entre os finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura (foto: Pio Figueroa/Divulgação)

 

O escritor João Almino está entre os finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura, um dos mais importantes do país na área. Almino foi selecionado com o livro Enigmas da primavera (Record) e concorre com outros nove autores ao prêmio de Melhor Romance 2015. Entre os concorrentes há nomes consagrados da literatura em língua portuguesa, como Mia Couto, que concorre com Mulheres de cinzas - As areias do imperador (Companhia das Letras), Beatriz Bracher, na lista como Anatomia do paraíso (Editora 34) e Noemi Jaffe, selecionada pelo romance Írisz: As Orquídeas (Companhia das Letras). A lista traz também autores mais novos, como Julián Fúks, com A resistência (Companhia das Letras) e Paula Fábrio, com Um dia toparei comigo (Editora Foz). Estão ainda na lista Raimundo Carrero, com O senhor agora vai mudar de corpo (Record), Nei Lopes, com Rio negro (Record) e Marcelo Rubens Paiva, com Ainda estou aqui (Alfaguara).

Enigmas da primavera se passa em Brasília e narra a história de um rapaz descendente de árabes que pretende se converter ao Islã e ir fazer a revolução no Oriente Médio. O drama do personagem passa por conflitos bastante comuns no mundo contemporâneo. Embalado pelas redes sociais e sem saber muito bem por que deve lutar, Majnum quer participar dos acontecimentos e escrever um romance sobre o domínio árabe na Granada do século 13, período da história pelo qual é obcecado. O personagem é um adolescente brasiliense de classe média alta que se encanta com a Primavera Árabe e os movimentos de resistência nascidos nas redes sociais. Enigmas da primavera é um livro conectado à contemporaneidade e fruto de uma tentativa de Almino de levar para o romance questões urgentes no século 21. Veja abaixo a lista de finalistas..

FINALISTAS

MELHOR LIVRO DE ROMANCE DO ANO 2015

Beatriz Bracher – Anatomia do Paraíso (Editora 34)

João Almino – Enigmas da Primavera (Editora Record)

Julián Fúks – A Resistência (Cia. das Letras - Schwarcz)

Marcelo Rubens Paiva – Ainda Estou Aqui (Editora Alfaguara - Schwarcz)

Mia Couto – Mulheres de Cinzas – As Areias do Imperador (Cia. das Letras - Schwarcz)

Nei Lopes – Rio Negro, 50 (Editora Record)

Noemi Jaffe – Írisz: As Orquídeas (Cia. das Letras - Schwarcz)

Paula Fábrio – Um Dia Toparei Comigo (Editora Foz)

Raimundo Carrero – O Senhor Agora Vai Mudar de Corpo (Editora Record)

Santana Filho – A Casa das Marionetes (Editora Reformatório)

                      

MELHOR LIVRO DO ANO DE ROMANCE – AUTOR ESTREANTE

+ 40 ANOS

Eda Nagayama – Desgarrados (Editora Cosac Naify)

Marcelo Maluf – A Imensidão Íntima dos Carneiros (Editora Reformatório)

Robertson Frizero – Longe das Aldeias (Editora Dublinense – Terceiro Selo)

 

ATÉ 40 ANOS

Alex Sens – O Frágil Toque dos Mutilados (Editora Autêntica)

Isabela Noronha – Resta Um (Cia. das Letras - Schwarcz)

Julia Dantas – Ruína y Leveza (Não Editora)

Rafael Gallo – Rebentar (Editora Record)

Sheyla Smanioto – Desterro (Editora Record)

Tércia Montenegro – Turismo Para Cegos (Cia. das Letras - Schwarcz)

Tomás Rosenfeld – Para Não Dizer Que Não Falei de Flora (Editora 7 Letras)

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade