Publicidade

Correio Braziliense

Companheiro de George Michael nega mensagens sobre suicídio do cantor

e se disse surpreso com a invasão de sua conta e as mensagens veiculadas no Twitter. 'É um tanto assustador", comentou


postado em 02/01/2017 11:01

Nessas mensagens, que Fawaz atribui a hackers invasores de sua conta, George Michael é descrito como um depressivo que já tentara várias vezes o suicídio(foto: AFP / MAX NASH)
Nessas mensagens, que Fawaz atribui a hackers invasores de sua conta, George Michael é descrito como um depressivo que já tentara várias vezes o suicídio (foto: AFP / MAX NASH)
O companheiro do cantor George Michael, Fadi Fawaz, afirmou neste domingo, 1º, que os posts no Twitter sobre o possível suicídio do músico não são de sua autoria.
 
Nessas mensagens, que Fawaz atribui a hackers invasores de sua conta, George Michael é descrito como um depressivo que já tentara várias vezes o suicídio.

O namorado de Michael foi quem descobriu o corpo do cantor no dia de Natal. Ele se disse surpreso com a invasão de sua conta e as mensagens veiculadas no Twitter. 'É um tanto assustador", comentou.
 
Por Agência Estado 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade