Publicidade

Correio Braziliense

Drama dominicano 'Carpinteros' surpreende em Sundance

Filme conta a história de um triângulo amoroso entre três presidiários


postado em 25/01/2017 10:37 / atualizado em 25/01/2017 15:04

'Carpinteros' é um filme sobre amor, ciúme, liberdade, identidade e violência(foto: Reprodução/Internet)
'Carpinteros' é um filme sobre amor, ciúme, liberdade, identidade e violência (foto: Reprodução/Internet)
 
Utah (EUA) - O representante da República Dominicana na competição de filmes estrangeiros teve excelente recepção do público e da crítica no Festival de Sundance 2017. Carpinteros conta a história de um triângulo amoroso entre três presidiários. A comunicação é feita pelas frestas das grades dos presídios feminino e masculino, a 150 metros de distância, por meio de uma linguagem de sinais própria.

Carpinteros é um filme sobre amor, ciúme, liberdade, identidade e violência, com uma narrativa compassada e sensível na construção dos personagens centrais. O trio principal de atores faz um grande trabalho, ao contracenar com todo o restante do elenco de não atores. E esse é o grande ponto forte do filme: as gravações foram realizadas nos presídios verdadeiros, e o restante do elenco e  figurantes são presidiários reais.

Segundo o diretor José Cabral, a participação dos presos deu ao filme verossimilhança documental. Carpinteros compete com o filme brasileiro Não devore meu coração na mostra de dramas estrangeiros. Páreo duro para o Brasil.

Continue acompanhando a cobertura do Conexão Sundance no Correio BrazilienseRazão de Aspecto, Cine Drive Out, Cinem(ação), Conacine e Pós-Créditos.
 
*Mauricio Costa é colunista do blog Razão de Aspecto (www.razaodeaspecto.blogspot.com.br)
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade