Publicidade

Correio Braziliense

Colônias de férias em Brasília oferecem atividades inovadoras

As oficinas ensinam sobre culinária, moda, tecnologia e outros temas


postado em 14/07/2017 13:53 / atualizado em 14/07/2017 16:17

Nas oficinas, as crianças aprendem a produzir almofadas, tiaras e pulseiras e têm liberdade para criar como quiserem(foto: Fashion Teen/Divulgação)
Nas oficinas, as crianças aprendem a produzir almofadas, tiaras e pulseiras e têm liberdade para criar como quiserem (foto: Fashion Teen/Divulgação)
 
Brincadeiras e gincanas são comuns atividades de férias, por isso é importante observar as particularidades das colônias e escolher a que a criança mais vai aprender e se divertir. Moda, tecnologia, culinária e contato com a natureza são algumas das opções oferecidas pelas colônias de férias de Brasília.

Júlia, filha de Mariane Oliveira, e Bruna, da Iza Garcia, têm seis anos e estão participando de colônias de férias este ano. "Escolhi essa opção porque não é sempre que conseguimos viajar e na colônia Júlia e Bruna estão seguras ao mesmo tempo que podem se ocupar com atividades que as divertem", conta Mariane. Juntas, as mães comandam um blog, Roteiro baby. Com 105 mil seguidores no Instagram, as duas dão dicas na internet em formato de guia cultural infantil de Brasília, e, por isso, pesquisaram bastante antes de escolher onde deixar as filhas.

Não adianta levar as crianças para participar de qualquer colônia de férias, afinal cada uma tem predileções. A Júlia, por exemplo, tem afinidade com vídeos. "Para mim, é importante escolher algo que esteja dentro do gosto dela, por isso esta semana está participando da produção de um stop motion", defende a mãe, que escolheu três espaços diferentes para a filha passar as semanas das férias. "Nesta, ela vai brincar com as tecnologias de vídeo, depois ficará em uma fazenda, onde vai explorar o contato com a natureza e animais, e por fim vai praticar esportes em uma academia infantil."

Entendendo tecnologias

A Thook – Casa de ideias é um ambiente colaborativo que oferece espaço para cursos, palestras, workshops e aulas. A colônia de julho propõe atividades de focos diferentes, divididas em quatro semanas. 

Amanda Payne, pedagoga responsável pela idealização da casa, conta que o objetivo das oficinas é oferecer às crianças a chance de desenvolverem habilidades novas e específicas. "Juntamos profissionais de várias áreas porque acreditamos que todos têm a contribuir. O propósito disso na colônia de férias é garantir habilidades e pensamento crítico às crianças", afirma. A pedagoga acredita que as atividades permitem que os pequenos se divirtam e aprendam simultaneamente.
 
Entendendo tecnologias, crianças brincam e aprendem na colônia de férias da casa de ideias(foto: Matheus Velloso/Divulgação)
Entendendo tecnologias, crianças brincam e aprendem na colônia de férias da casa de ideias (foto: Matheus Velloso/Divulgação)


Sob o título Fazedor de filmes, as atividades de 17 a 21 de julho são voltadas para produções cinematográficas. O foco será a natureza e as crianças desenvolverão dinâmicas em uma pequena horta para entender a sustentabilidade e o cuidado com a terra a partir do upcycling, que transforma restos e materiais descartáveis em novos produtos de qualidade.
 
Para fechar a colônia de férias, a temática é Ciência e consciência, e as atividades são centradas no conceito de transformação e na formação de hipóteses.

Na primeira semana, do dia 3 ao 7, o tema foi tecnologia e as crianças aprenderam sobre artefatos tecnológicos antigos e atuais, além de criarem um blog. Amanda explica que os meninos e meninas apresentaram um projeto de tecnologia que poderiam criar no futuro. "Eles concluíram que o tecnológico pode tanto nos ajudar quanto atrapalhar em certos momentos", acrescenta.

Pequenos fashionistas

Escola de moda de Brasília fundada em 2011, a Fashion Teen oferece colônias de férias desde o primeiro ano de funcionamento. Anna Ramalho, idealizadora do projeto, descreve o conjunto de atividades como um curso de moda e comportamento. "O objetivo é permitir dois encontros às crianças: o primeiro com o lado criativo e lúdico do aprendizado; e o segundo é consigo mesmas, em um momento de valorização e autoestima pessoal de cada uma", afirma. 

Nas atividades da escola, as crianças e adolescentes de 7 a 14 anos se divertem aprendendo a produzir almofadas de Emoji e acessórios como pulseiras, brincos de pompom, tiaras de unicórnio e chokers, além de serem ensinadas sobre customização de roupas, penteados e maquiagens. "Elas criam tudo. Existe uma linha de aprendizado e elas têm a liberdade de pensarem em todo o processo criativo das produções", explica Anna.

Sentir-se merecedor do mérito de uma criação é gratificante, e com as crianças não é diferente. "Elas amam o resultado, sentem prazer em dizer que elas que fizeram, em ter uma peça que foram responsáveis por todo o processo de criação", afirma a idealizadora do projeto.

"O curso desmistifica a questão do consumo, mostrando que os alunos podem produzir as próprias coisas e ensinando a organizar o guarda-roupas, por exemplo", observa Anna sobre as atividades da Fashion Teen. Na escola, o projeto é guiado por ex-alunos, que entendem o conceito do curso e têm experiência na área.
 
Segundo Anna, várias crianças participantes já sonham em ser estilistas, enquanto outras veem as atividades como um hobbie, o que ela acredita que carregarão para a vida.

Natureza e culinária

Criança também pode gostar de comida saudável, sim! Ana Cristina é coordenadora da colônia de férias Ipê Amarelo e conta que as receitas alternativas, com produtos saudáveis e orgânicos, às vezes até colhidos da horta pelas próprias crianças, agradam os pequenos. "Eles acham divertido tirar a cenoura da terra, por exemplo", afirma.

As atividades ao ar livre permitem que as crianças tenham com a natureza o contato que, muitas vezes, não conseguem estabelecer no cotidiano, entre aulas e atividades em espaços fechados. O plantio de morangos e as brincadeiras pelo jardim e casa na árvore são apenas algumas das atividades vivenciadas pelas crianças na colônia de férias. Elas aprendem a executar receitas de pizza com massa de couve-flor e manjericão, a fazer bolos com farinha de amêndoas e uvas-passas e a cozinhar "pão de quê", uma receita de pão de queijo com mandioca no lugar do laticínio. Elas podem, ainda, usar toda a criatividade para fazer pinturas e para criar brinquedos de jornal.

Crianças participam de atividades no jardim e na horta da colônia de férias do Ipê Amarelo(foto: Ipê Amarelo/Divulgação)
Crianças participam de atividades no jardim e na horta da colônia de férias do Ipê Amarelo (foto: Ipê Amarelo/Divulgação)


A colônia do Ipê Amarelo existe há três anos e conta com horta, parque de areia, brinquedos de madeira, escorregadores e área verde. O objetivo das atividades é fazer as crianças explorarem as brincadeiras ao ar livre, se divertindo com oficinas de artes, música e culinária. "O centro educacional de música Sementes participa do projeto fazendo um momento de musicalização com as crianças. Tivemos momentos de relaxamento, que elas adoraram", conta a coordenadora Ana Cristina.

Serviço
Colônia de férias Ipê Amarelo
SCES Tc 3, cj 5, lt 3. Semanas dos dias entre 10 e 14 e 17 a 21 de julho; das 8h às 12h30 e das 14h às 18h30. Crianças de 1 a 5 anos. Valores: R$ 200, por semana para meio período, e R$ 400, integral; R$ 45, a diária de meio período e R$ 10, por almoço. Informações: www.jardimipeamarelo.com.br.

Colônia de férias Fashion Teen
SCLS 410, Bl. D, lj 20. Semanas dos dias entre 10 a 14, 17 a 21 e 24 a 28 de julho; das 9h às 12h e das 15h às 18h. Crianças de 7 a 14 anos. Valores: R$ 390, com lanches e materiais. Informações: www.fashionteen.com.br.

Colônia de férias Thook
CLN 211, Bl. A, galeria do subsolo. Semanas dos dias entre 10 a 14, 17 a 21 e 24 a 28 de julho; das 8h às 12h e das 14h às 18h. Crianças de 3 a 12 anos. Valores: R$ 270 por semana para meio período, R$ 500 por semana integral; R$ 70 a diária de meio período e R$ 130 a diária integral. Informações: www.thook.com.br/





Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade