Publicidade

Correio Braziliense

Nove produções brasileiras concorrem ao Emmy internacional

'Justiça' foi indicada a Melhor Série de Drama e Adriana Esteves foi reconhecida pela atuação na produção


postado em 27/09/2017 09:59

t
Justiça, Velho Chico e Porta dos Fundos foram lembrados na premiação(foto: Globo/Divulgação e YouTube/Reprodução)
Justiça, Velho Chico e Porta dos Fundos foram lembrados na premiação (foto: Globo/Divulgação e YouTube/Reprodução)

A série da Globo Justiça, ambientada no Recife, foi indicada a duas categorias do Emmy Internacional, versão mundial da premiação de TV mais importante dos Estados Unidos, considerada o Oscar das produções televisivas. A antologia da diretora Manuela Dias concorre em Melhor série dramática e Adriana Esteves foi lembrada em Melhor atriz pelo papel de Fátima Libéria do Nascimento, doméstica que é presa injustamente após armação de um vizinho e, sete anos depois, tanta reunir os dois filhos. A cerimônia de entrega dos prêmios está marcada para o dia 20 de novembro, em Nova York. 

Ao todo, nove produções brasileiras figuram na lista de indicados da Academia Internacional das Artes & Ciências Televisivas, sendo a maioria da Globo. O humorístico Tá no ar: a TV na TV, projeto encabeçado por Marcelo Adnet, Marcius Melhem e Maurício Farias, disputa o prêmio de Melhor comédia com Rakugo the movie (Japão), Callboys (Bélgica) e Alan Partridge's scissored isle (Reino Unido). Além dos Estados Unidos, Argentina, Austrália, Áfrca do Sul, Tailândia, Turquia, México, Noruega, Holanda Filipinas, Alemanha e outros país estão representados. 

Julio Andrade, pelo trabalho em Um contra todos, da Fox, concorre a Melhor ator. Totalmente demais e Velho Chico, ambas globais, estão no páreo pelo prêmio de Melhor telenovela ao lado da produção canadense 30 vies: Isabelle Cousineau e Kara Sevda, da Túrquia. Com Cauã Reymond, Alemão, sobre a invasão do Complexo do Alemão, foi indicada na cateogoria voltada para telefilmes. Crime time: A hora do perigo, produção do canal Studio em parceria com as produtoras John Doe e 22h22 disputa o troféu de Melhor minissérie. O espetáculo de improviso Portátil, do Porta dos Fundos, com Gregorio Duvivier, João Vicente de Castro, Luis Lobianco e Gustavo Miranda, concorre na categoria Arts Programming. 

Confira a lista completa de categorias em que o Brasil concorre:
 
Melhor atriz
Adriana Esteves em Justiça - Brasil
Anna Friel em Marcella - Reino Unido
Sonja Gerhardt em Ku'damm 56 - Alemanha
Thuso Mbedu em Is'thunzi - África do Sul

Comédia
Alan Partridge's Scissored Isle - Reino Unido
Callboys - Bélgica
Rakugo the movie - Japão
Tá no ar: a TV na TV - Brasil

Série Dramática
Justiça - Brasil
Mammon II - Noruega
Moribito: Guardian of the spirit - Japão
Wanted - Austrália

Telenovela
30 vies - Isabelle Cousineau - Canadá
Kara Sevda - Turquia
Totalmente demais - Brasil
Velho Chico - Brasil

Melhor Filme/minissérie para TV
Alemão - Brasil
Ne m'abandonne pas - França
Reg - Reino Unido
Tokyo Trial - Japão

Série de curta duração
Ahi Afuera - Argentina
The Amazing Gayl Pile - Canadá
Crime Time - Brasil
Familie Braun - Alemanha

Melhor Programa Artístico
Hip-Hop evolution - The foundation - Canadá
Never-ending man: Hayao Miyazaki - Japão
Portátil (Porta dos Fundos) - Brasil
Robin de Puy - Ik ben het allemaal zelf - Holanda

Melhor ator
Julio Andrade em Um contra todos - Brasil
Kenneth Branagh em Wallander - Reino Unido
Zanjoe Marudo em Maalaala Mo Kaya - Filipinas
Kad Merad em Baron Noir - França

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade