Publicidade

Correio Braziliense

Björk revela já ter sido assediada por diretor dinamarquês

"Espero que esse depoimento ajude atrizes e atores ao redor do mundo", escreveu a cantora


postado em 15/10/2017 20:22

Aproveitando o ensejo das denúncias contra Harvey Weinstein por assédio sexual, a cantora e atriz islandesa Björk publicou em uma rede social neste domingo, 15, uma experiência de abuso pela qual ela passou.

A artista revelou que resistiu às investidas de um diretor dinamarquês cujo nome não quis revelar. Segundo Björk, o cineasta criou uma atmosfera hostil após ela não ceder ao assédio dele. Em 2000, ela atuou em Dançando no Escuro, do dinamarquês Lars von Trier. 

"Espero que esse depoimento ajude atrizes e atores ao redor do mundo", escreveu a cantora.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade