Publicidade

Correio Braziliense

Roman Polanski será recebido com protesto na França

O cineasta Roman Polanski, acusado de agressão sexual, será homenageado na França. Grupos feministas pedem que o evento seja cancelado


postado em 30/10/2017 16:10 / atualizado em 30/10/2017 16:10

Roman Polanski será homenageado nesta segunda-feira, na França(foto: Divulgação)
Roman Polanski será homenageado nesta segunda-feira, na França (foto: Divulgação)

 

O cineasta Roman Polanski foi acusado de diversos abusos e agressões sexuais contra mulheres. A Cinémathèque, na França, organiza uma retrospectiva em homenagem ao franco-polonês com a exibição do filme Based on a true story.

 

Em frente ao local de exibição, um grupo de feministas da Osez le féminisme! espera para impedir que o filme seja exibido e fazer com que Polanski peça desculpas pelas agressões. Um abaixo-assinado para que não haja a homenagem e em repúdio ao cineasta acumula cerca de 26 mil assinaturas.

 

Em resposta, a Cinémathèque declarou que a homenagem não será cancelada, afirmando que o cancelamento seria uma forma de censura. 

 

As manifestações contra Polanski e contra diversos nomes masculinos do mundo do cinema foram inspiradas pelas denúncias de abuso sexual contra o produtor de cinema Harvey Weinsten. 

 

Polanski foi indiciado em 1977 pelo estupro de Samantha Gailey. Na época, Samantha tinha 13 anos. Polanski admitiu o estupro à menor de idade. Polanski fugiu dos Estados Unidos para não pegar uma pena maior.

 

Nesta segunda-feira (30/10), o cineasta será homenageado sem retaliações pelas atitudes cometidas. A exibição da produção de Polanski será às 16h30, horário de Brasília. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade