Publicidade

Correio Braziliense

O enredo de 'The Walking Dead' pode continuar na TV por até 50 anos

A expectativa do canal AMC, realizador da produção, é que a série de zumbis se transforme em várias franquias e dure por cerca de 50 anos


postado em 03/11/2017 15:10 / atualizado em 03/11/2017 15:13

Vai ser muito tempo de zumbis(foto: Gene Page/AMC)
Vai ser muito tempo de zumbis (foto: Gene Page/AMC)


Ambicioso. É assim que se pode classificar os planos do canal AMC para o futuro de The walking dead. A série sobre zumbis se tornou o carro-chefe da emissora de TV a cabo desde a estreia em 31 de outubro de 2010 e parece que eles não estão dispostos a largar a saga de Rick e companhia, podendo aumentara história em várias franquias, que, no total, podem durar até 50 anos.

As informações são do portal britânico NME e levam em consideração um encontro que um dos diretores do canal, Josh Sapan, teve na última quinta-feira (2/11) com investidores. Na ocasião, Sapan afirmou que a entrada de investimento era importante, porque os planos da emissora eram fazer The Walking Dead se ramificar em várias outras produções por décadas a fio.

Fontes informaram ao NME que Sapan teria afirmado: “Nós não levamos o uso da palavra 'franquia' de forma leviana. Não é uma palavra casual, nós estudamos o melhor e encontramos que algumas que podem durar entre 30, 40, 50 anos. Nós temos a chance de criar muita vida através das franquias”, e ainda completou lembrando que a própria The Walking Dead tem folego para muito mais história: “[A série] está em ótima forma, e as pessoas que estão tocando-a também estão muito motivadas”.

As supostas palavras de Sapan só não parecem ter levado em consideração os níveis de audiência ruins  da oitava temporada da série, que foram os piores até agora. Importante lembrar também que o canal AMC já tem uma franquia de The Walking Dead, a Fear The Walking Dead, qua acabou de concluir o 3º ano.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade