Publicidade

Correio Braziliense

Chico Buarque declara apoio à Frente Nacional Contra a Censura

O cantor aparece em vídeo declarando apoio ao movimento


postado em 20/11/2017 12:44 / atualizado em 20/11/2017 15:34

Chico Buarque declarou apoio ao Ato Nacional contra a censura na próxima terça (21/11)(foto: Ag News/Divulgação)
Chico Buarque declarou apoio ao Ato Nacional contra a censura na próxima terça (21/11) (foto: Ag News/Divulgação)
 

O cantor Chico Buarque publicou um vídeo nas redes sociais declarando apoio ao ato do movimento Frente Nacional Contra a Censura, que será realizado na próxima terça-feira (21). O Ato Nacional contra a censura será no Palácio das Artes, em Belo Horizonte (MG), às 18h.

 

No vídeo, publicado no último sábado (18/11) pela Frente Nacional, Chico Buarque declara apoio e afirma a necessidade de brasileiros se manifestarem a favor da liberdade de expressão. Em vídeo, o cantor Caetano Veloso também convocou a população a participar do ato. "Todos contra a censura", declara Caetano em vídeo.

 

A fala de Chico Buarque foi curta, mas viralizou na internet. "Eu venho aqui saudar a criação da Frente Nacional contra a Censura. É necessário que artistas, que brasileiros esclarecidos em geral se manifestem enquanto é tempo contra a escalada desses movimentos que se dizem conservadores, mas que na verdade se valem de práticas fascistas, de intimidação e de violência, nas ruas e nas redes sociais, contra a liberdade de expressão", declara o cantor. Confira o vídeo:

 

 

 

Na página da Frente Nacional Contra a Censura, outros artistas também se manifestaram a favor do ato. Otto, Débora Falabella e Chico Amaral aparecem em vídeos convidando os brasileiros para comparecer ao Palácio das Artes no próximo dia 21.

 

A Frente Nacional Contra a Censura é um movimento social contra a censura nas exposições de arte e movimentos culturais pelo Brasil depois do episódio na exposição Queermuseu – cartografias da diferença na arte brasileira, em Porto Alegre. A exposição foi acusada de fazer 'apologia à pedofilia'.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade